Marcus Brandt/AP
Marcus Brandt/AP

Bayer Leverkusen demite Sami Hyypia e terá técnico interino

Atual 4.ª colocada do Alemão, equipe acumula fracassos recentes e decide apostar em Sascha Lewandowski

Camila Leonel, Especial para O Estado de S. Paulo

05 Abril 2014 | 12h48

LEVERKUSEN - Após a derrota para o Hamburgo por 2 a 1, na sexta-feira, o finlandês Sami Hyypia não é mais técnico do Bayer Leverkusen. A diretoria do clube anunciou neste sábado o desligamento do treinador, que assumiu o comando da equipe em maio de 2012. Sascha Lewandowski, que já formou dupla com o finlandês no comando do Bayer, será o substituto e tem a missão de melhorar a situação na temporada.

O diretor esportivo do Bayer, Rudi Völler, afirmou que a demissão foi uma decisão muito difícil já que Sami fez um ótimo trabalho nos últimos dois anos, mas que os resultados das últimas semanas foram decisivos e o time alemão não quer correr o risco de acabar a temporada sem a vaga para a Liga dos Campeões da temporada 2014-2015.

Além de Hyypia, o assistente técnico Jan-Moritz Lichte também deixa o clube. Sascha Lewandowisky assume até o fim da temporada. O novo treinador lamentou a demissão de Hyypia, mas mostrou confiança em realizar um bom trabalho."Não é fácil para mim assumir o lugar de Sami. Nós estávamos em conjunto no comando desta equipe por um ano inteiro . E é uma pena quando o seu ex-parceiro é incapaz de alcançar seus alvos. No entanto, como um empregado do clube também tenho a responsabilidade de enfrentar o desafio atual. Faremos tudo o que pudermos para acabar com essa temporada em alta."

Com 48 pontos, o Leverkusen é o quarto colocado no Campeonato Alemão, com 15 vitórias, três empates e 11 derrotas, mas acumula fracassos recentes, como as eliminações da Liga dos Campeões da Europa, para o Paris Saint German, e da Copa da Alemanha, para o Kaiserslautern, time da segunda divisão, fatos que foram decisivos para a demissão do treinador. No Alemão, o time começou bem e chegou a ficar no segundo lugar, mas hoje em dia corre o risco de perder a quarta posição para Wolfsburg e Borussia Mönchengladbach, que podem ultrapassá-lo ainda neste sábado. Dos 12 jogos disputados nesse ano, o Bayer venceu apenas três.

Hyypia é o sétimo treinador a perder o emprego no Campeonato Alemão nesta temporada, após as demissões de Bruno Labbadia e seu sucessor Thomas Schneider no Stuttgart, Thorsten Fink e seu sucessor Bert van Marwijk no Hamburgo, Michael Wiesinger no Nuremberg e Mirko Slomka no Hannover. Para a próxima temporada, alguns nomes já são especulados no comando do Leverkusen, entre eles Thomas Schaaf (ex-treinador do Werder Bremen), Markus Weinzierl (atualmente no Augsburg), Armin Veh (Eintracht Frankfurt) e Jos Luhukay (Hertha).

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.