Jonas Guettler/EFE
Jonas Guettler/EFE

Bayer Leverkusen surpreende e derrota o Schalke pelo Alemão

Visitantes conseguem vitória após eliminação na Liga dos Campeões

Estadão Conteúdo

21 Março 2015 | 17h00

O duelo que encerrou os jogos de sábado da 26ª rodada do Campeonato Alemão trouxe a campo as duas equipes eliminadas nas oitavas de final da Liga dos Campeões da Europa nas últimas semanas. Schalke 04 e Bayer Leverkusen fizeram um confronto pegado em Gelsenkirchen, que acabou com a vitória do time de Leverkusen por 1 a 0, gol de Bellarabi, garantindo assim a terceira colocação provisória para os visitantes, com 45 pontos. Caso o Borussia Mönchengladbach, em quarto com 44, não ganhe neste domingo do líder Bayern de Munique, a equipe de Leverkusen mantém a posição.

Após a eliminação de ambas as equipes para os times de Madri na Liga dos Campeões, o duelo tomou ares de nova briga por vaga na Liga dos Campeões para a próxima temporada. E o Schalke, como anfitrião, pressionou desde o início para obter a vantagem. Logo aos 12 minutos, Huntelaar quase abriu o marcador. Mas o goleiro Leno conseguiu evitar o gol dos anfitriões.

Com os ataques cada vez mais constantes, a equipe de Gelsenkirchen deixava espaço aberto para o contra-ataque de Leverkusen, que também quase abriu o marcador com Kiessling, de cabeça, aos 34 do primeiro tempo. Na sequência, o Bayer marcou o gol que definiria a partida. Em belo passe de Rolfes, Bellarabi dominou a bola livre de marcação dentro da área do Schalke e fuzilou para marcar.

Na volta do intervalo, o jogo continuou bem disputado, mas com poucas chances agudas de gol de ambos os lados. Com vários cartões amarelos distribuídos e algumas jogadas muito ríspidas, o duelo caminhou para seu fim sem alteração no placar. Mesmo com as alterações promovidas pelos dois técnicos, a boa presença dos goleiros e o forte sistema defensivo das duas equipes impediu que o Schalke alcançasse o empate.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.