Martin Meissne / AP Photo
Martin Meissne / AP Photo

Bayer Leverkusen vence o Borussia Dortmund em jogo espetacular

Aurinegros sofrem virada no fim e desperdiçam chance de alcançar o Bayern de Munique

Redação, O Estado de S.Paulo

08 de fevereiro de 2020 | 17h22

Um jogo empolgante, indefinido até o apito final, impediu o Borussia Dortmund de se juntar ao Bayern de Munique na liderança do Campeonato Alemão. O time amarelo caiu neste sábado diante do Bayer Leverkusen por 4 a 3, na casa do adversário, e agora corre o risco de ficar a seis pontos de distância do primeiro colocado da competição.

Neste domingo, o Bayern vai encarar o vice-líder RB Leipzig em Munique. Caso vença, o atual heptacampeão nacional vai chegar a 45 pontos, quatro a mais do que a equipe de Leipzig. E o Dortmund ainda corre o risco de ser ultrapassado pelo Borussia Mönchengladbach, que tem os mesmos 39 pontos e jogará neste domingo contra o Colônia, em casa. O Leverkusen, por sua vez, se manteve na quinta colocação, com 37.

As defesas de Leverkusen e Dortmund tiveram uma jornada de pesadelo neste sábado, levando a pior constantemente nos duelos contra os atacantes adversários. Para os torcedores das duas equipes, isso foi motivo para constante aflição, mas os espectadores neutros se deliciaram com uma partida das mais divertidas.

O festival de gols começou quando o atacante Volland recebeu um passe de Amiri, aos 19 minutos, e mandou um ótimo chute cruzado na saída do goleiro Bürki. Assim, o Leverkusen saiu à frente, mas a vantagem durou muito pouco. Dois minutos depois, o experiente zagueiro Hummels empatou a partida com uma bela cabeçada.

Ainda no primeiro tempo, o Dortmund virou o jogo com um sensacional chute de fora da área de Emre Can e o Leverkusen deixou o placar empatado mais uma vez com outro tento de Volland, desta vez aproveitando uma esperta ajeitada de cabeça do zagueiro Tah.

As coisas continuaram elétricas depois do intervalo. O atacante inglês Jadon Sancho teve momentos de grande brilho, perturbando os defensores adversários com sua mistura de velocidade e habilidade. Ele chegou a marcar o terceiro gol do Dortmund, mas o VAR entrou em ação para apontar uma falta no início da jogada e o tento foi anulado.

Pouco depois, porém, o Dortmund marcou de novo, e desta vez para valer. Uma linda combinação entre Hakimi e Sancho terminou com a bola chegando aos pés do lateral-esquerdo Guerreiro, que avançou completamente livre e castigou o Leverkusen com um forte chute cruzado.

Era hora de os visitantes protegerem sua vantagem, mas eles não tiveram competência para isso. Aos 35, Bailey aproveitou um erro de posicionamento da defesa adversária para empatar o jogo. No minuto seguinte, Lars Bender marcou de cabeça o último gol de uma partida muito vibrante. Dali até o fim, o time de Dortmund acelerou o passo para tentar deixar o duelo empatado pela quarta vez, mas não conseguiu e teve de se conformar com a derrota.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.