Bayern acerta renovação do contrato de Van Gaal

Apesar do início ruim no Campeonato Alemão, clube prorroga acordo por um ano com técnico

AE, Agência Estado

27 de setembro de 2010 | 09h24

O técnico Louis van Gaal terá o seu contrato prorrogado por um ano pelo Bayern de Munique, em um sinal de confiança na briga pelo Campeonato Alemão. O holandês chegou ao clube na última temporada e levou a equipe aos títulos da Copa da Alemanha e nacional, além do vice-campeonato da Liga dos Campeões da Europa.

A renovação prevista vai manter Van Gaal no Bayern até junho de 2012. "Nós concordamos em princípio com uma extensão de contrato", disse o presidente Karl-Heinz Rummenigge, ao site oficial do clube. "Ainda não está assinado, mas isso é apenas uma formalidade. O contrato certamente será assinado nos próximos dias".

A extensão oferece um apoio a Van Gaal depois de um início ruim no Campeonato Alemão. O Bayern está em nono lugar, com oito pontos em seis rodadas. No sábado, a equipe perdeu por 2 a 1 em casa para o surpreendente líder Mainz, que está dez pontos à frente do atual campeão.

"Eu sempre prefiro fazer coisas que as pessoas talvez não esperem", disse Rummenigge, um dia antes do Bayern enfrentar o Basel, da Suíça, pela Liga dos Campeões. "Alguém pode prorrogar os contratos depois de uma vitória. Por isso, é um ótimo sinal ao público que, agora, após a derrota para o Mainz, que continuemos a apreciar o valor do técnico".

O Bayern disse que uma prorrogação do contrato por um ano era o que queria Van Gaal. "Ele faz um trabalho ótimo, dia sim, dia não", disse Rummenigge. "E nós recompensamos com a extensão do contrato".

O início fraco do Bayern veio depois que o clube decidiu não reforçar o seu elenco durante a janela de transferências. Além disso, a equipe perdeu vários jogadores de destaque por lesões. Em seu último revés, o clube viu o zagueiro Diego Contento sofrer uma lesão na virilha, que o afastará por até seis semanas.

O francês Franck Ribery e o holandês Arjen Robben, principais astros da equipe, estão afastados por conta de lesões. Mas Rummenigge disse que está contente com a decisão de não comprar novos jogadores.

"Tomamos essa decisão com o treinador, e ficamos com isto", disse Rummenigge, em uma entrevista publicada pelo jornal Bild "Robben e Ribery não podem ser substituídos com jogadores de igual valor", afirmou. "Nossos jogadores da seleção [alemã] vão crescer".

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.