Bayern anuncia francês Sagnol como novo auxiliar técnico de Ancelotti

O contratado jogou pelo clube alemão e já dirigiu o time profissional do Bordeaux

Estadao Conteudo

09 de junho de 2017 | 08h50

O Bayern de Munique anunciou nesta sexta-feira que acertou a contratação do ex-jogador francês Willy Sagnol como novo auxiliar técnico de Carlo Ancelotti. O clube alemão informou que o ex-lateral-direito da seleção francesa, de 40 anos de idade, assinou contrato de dois anos e passará a trabalhar ao lado de Davide, filho do treinador italiano, que já desempenha esta função na equipe.

Após sofrer com uma série de lesões, Sagnol se aposentou dos gramados em 2009 justamente com a camisa do Bayern, que ele defendia desde 2000. Neste longo período, conquistou dez títulos pelo time, sendo cinco do Campeonato Alemão, quatro da Copa da Alemanha e um da Liga dos Campeões, o mais importante deles, em 2001.

Depois de ter se aposentado, Sagnol treinou durante curto período, entre 2013 e 2014, a seleção francesa sub-21, antes de dirigir o Bordeaux de 2014 a 2016. Antes disso, em sua carreira como jogador, esteve presente com a seleção francesa nas Copas dos Mundo de 2002 e 2006, nas Copas das Confederações de 2001 e 2003 e nas Eurocopas de 2004 e 2008.

Sagnol acabou herdando um espaço aberto pelas saídas dos assistentes Paul Clement e Hermann Gerland durante a última temporada europeia. E Ancelotti expressou o desejo de contratar um substituto que já tivesse atuado pelo Bayern como jogador e possuísse alguma experiência como treinador. "Willy Sagnol preenche estes dois requisitos, e estou muito ansioso para trabalhar com ele", disse o técnico italiano, em declaração reproduzida nesta sexta pelo site oficial do Bayern.

O ex-jogador francês, por sua vez, comemorou a chance de poder voltar a trabalhar para o Bayern. "É uma grande honra para mim ser escolhido por Carlo Ancelotti, um dos melhores e mais experientes técnicos no mundo, e estou bastante ansioso para trabalhar com a sua comissão técnica", ressaltou.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.