Kai Pfaffenbach/Reuters
Kai Pfaffenbach/Reuters

Bayern bate o Hertha e pode ser campeão alemão no domingo

Equipe depende de tropeço do Wolfsburg para levar a competição

Estadão Conteúdo

25 de abril de 2015 | 15h57

A semana realmente foi marcante para a equipe do Bayern de Munique. Após golear o Porto pelas quartas da Liga dos Campeões da Europa por 6 a 1 no meio de semana, o time de Guardiola jogou para o gasto e venceu o Hertha Berlin por 1 a 0, neste sábado, também no Allianz Arena, em Munique pela 30ª rodada do Campeonato Alemão. Schweinsteiger marcou o gol da vitória dos bávaros, que podem conquistar seu 25º título do Alemão ainda neste domingo, caso o Wolfsburg não vença o Borussia Mönchengladbach na casa do adversário.

O duelo foi marcado por alguma ousadia dos visitantes de Berlim, que ocupam uma posição intermediária na tabela de classificação, e não estão livres do perigo do rebaixamento. A equipe da capital criou algumas oportunidades contra a defesa dos anfitriões composta por Boateng e Dante, já que Badstuber voltou a sentir uma lesão muscular e foi vetado. Em ritmo de treino, o Bayern de Munique não apresentou o estilo brilhante dos últimos jogos, e viu sua meta ser ameaçada várias vezes. Em algumas delas, a defesa afastou e Neuer, como acontece muitas vezes, garantiu o 0 a 0 no placar no primeiro tempo.

Na volta do intervalo, o Hertha continuou com sua postura agressiva e quase abriu o marcador aos 10 minutos do segundo tempo. Haraguchi lançou para Schulz, que saiu sozinho no campo defensivo do Bayern sem marcação, em falha clamorosa do sistema defensivo dos donos da casa. O meia do Hertha conduziu a bola até a entrada da área do adversário e concluiu forte no canto esquerdo. Neuer mostrou mais uma vez porque é o melhor do mundo na posição e impediu o gol dos visitantes com uma defesa espetacular.

Depois do susto, Guardiola promoveu algumas alterações, com a entrada de Tiago Alcântara e Pizarro, que deram mais mobilidade ao time bávaro. Com as mudanças, o Bayern conseguiu equilibrar as ações ofensivas.

Aos 35 da etapa complementar, o lance do jogo. Com maestria e segurança, o lateral Weiser, atuando no lugar de Rafinha, fez uma jogada de craque ao passar por Hegeler, Haraguchi, Skjelbred e Plattenhardt para rolar a bola certeira no meio da área na direção de Schweinsteiger. O meia campeão do mundo no Brasil só teve o trabalho de bater de chapa no canto alto esquerdo de Burchert, que ficou sem ação, para definir o placar.

Com a vitória, o Bayern de Munique chegou aos 76 pontos, contra 61 do Wolfsburg. Se a equipe de Luis Gustavo não ganhar neste domingo em Mönchengladbach, a diferença de 15 pontos não poderá mais ser tirada, já que faltam apenas quatro rodadas para o fim do Campeonato Alemão. Nesse caso, o time da Baviera será mais uma vez campeão da Alemanha.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.