Bayern chega a 88% de posse de bola no segundo tempo contra o Arsenal

Equipe alemã domina a partida na etapa final e faz 2 a 0 no primeiro confronto das oitavas

O Estado de S. Paulo

19 de fevereiro de 2014 | 20h04

SÃO PAULO - O Bayern de Munique deu um grande passo rumo às quartas de final da Liga dos Campeões ao bater o Arsenal por 2 a 0 fora de casa. Conhecido por ter muita posse de bola em seus jogos, o time treinado por Joseph Guardiola superou-se nesta quarta-feira: no segundo tempo da partida, a equipe alemã ficou 88% dos 45 minutos com a bola nos pés. Segundo informações da BBC, o Bayern trocou 508 passes na etapa final, contra 62 do Arsenal. No total, o time inglês teve apenas 27% de posse de bola. O atual campeão da Liga dos Campeões, por sua vez, fez 924 passes, dominando completamente a disputa.

O jogo de ida do confronto válido pelas oitavas de final foi definido nos 45 minutos finais. No primeiro tempo, o meia alemão Özil desperdiçou cobrança de pênalti aos seis minutos. Depois, foi a vez de Alaba errar após Robben ser derrubado na área pelo goleiro Szczesny. O jogador do Arsenal acabou expulso.

Na etapa final, aos nove minutos, Kross bateu de fora da área para abrir o placar para o Bayern. Aos 43, Müller recebeu passe de Lahm e cabeceou para fazer 2 a 0. Ao término da partida, a superioridade alemã ficou evidente também no número de chute a gol. O Bayern de Munique teve 18 conclusões, contra cinco do Arsenal. A partida de volta será diaputada dia 11 de março, na Alemanha.

Pep Guardiola sempre se valeu da posse de bola no Barcelona para ganhar suas partidas. Quando trocou o time espanhol pelo alemão, muitos duvidaram que ele não conseguiria fazer o mesmo sem Messi e companhia. Pep prova que todos estavam errados, e que sua filosofia de fazer com que seu time tenha a bola continua.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.