Franck Fife/AFP
Franck Fife/AFP

Bayern contrata meia do Lyon por 41,5 milhões de euros, valor recorde na Alemanha

Vínculo assinado entre Corentin Tolisso e o time alemão tem duração de cinco anos

Estadao Conteudo

14 de junho de 2017 | 15h34

O Bayern de Munique confirmou nesta quarta-feira a contratação do meio-campista Corentin Tolisso, de 22 anos, que atuava pelo Lyon, da França, clube que anunciou oficialmente a negociação do jogador por 41,5 milhões de euros (cerca de R$ 153,6 milhões) pelo negócio. O vínculo assinado entre o jogador e o time alemão tem duração de cinco anos.

"Tive um período maravilhoso no Lyon e sou muito agradecido por isso. Agora, estou realmente satisfeito por estar em um dos melhores clubes da Europa. Tenho grandes metas para a minha passagem pelo Bayern. Hoje é um grande dia para mim", ressaltou o jogador ao assinar contrato com o time alemão.

A contratação do versátil meio-campista francês, que marcou 14 gols pelo Lyon na temporada passada do futebol europeu, é uma tentativa de suprir o espaço deixado pela aposentadoria do espanhol Xabi Alonso. E também era um pedido do treinador da equipe, Carlo Ancelotti, conforme revelou o presidente do Bayern de Munique, Karl-Heinz Rummenigge.

"Estamos muito satisfeitos por termos conseguido assinar com um jogador tão jovem e interessante antes da dura concorrência do exterior. Corentin Tolisso foi um desejo de Carlo Ancelotti para o nosso meio-campo", destacou o dirigente alemão.

Tolisso é a quarta contratação do Bayern para a próxima temporada. O clube já acertou também com o atacante Serge Gnabry, do Werder Bremen, por oito milhões de euros (aproximadamente R$ 29,6 milhões), além dos defensores Sebastian Rudy e Niklas Suele, do Hoffenheim.

Essa contratação também foi fechada por um valor recorde para um time da primeira divisão do futebol alemão, assim como confirmada pelo próprio Lyon nesta quarta-feira como a maior venda de um atleta do clube francês na história.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolBayern de MuniqueLyon

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.