Kerstin Joensson/AFP
Kerstin Joensson/AFP

Bayern de Munique arranca empate no final diante do Salzburg, na Áustria

As equipes voltam a se enfrentar dia 8 de março, na Alemanha; novo empate leva a decisão da vaga para os pênaltis

Redação, Estadão Conteúdo

16 de fevereiro de 2022 | 19h03

RB Salzburg e Bayern de Munique empataram, por 1 a 1, nesta quarta-feira, na Áustria, em duelo válido pelo jogo de ida das oitavas de final da Liga dos Campeões. As equipes voltam a se enfrentar dia 8 de março, na Alemanha. Um novo empate leva a decisão da vaga para os pênaltis. Quem vencer, continua na competição.

O primeiro tempo foi disputado com uma velocidade impressionante das duas equipes. O Salzburg ratificou sua promessa e não abdicou do ataque, apesar de enfrentar uma das equipes favoritas ao título europeu. Com isso, a partida foi um show de ataques e contra-ataques.

O time austríaco concentrou suas jogadas pelas laterais e sempre levou perigo com a velocidade de Adeyemi. Em um desses ataques, a bola chegou para Aaronson, que rolou para a finalização precisa de Adamu: 1 a 0 para os anfitriões.

Apesar da vantagem no placar, o Salzburg manteve seu estilo agressivo, o que propiciou espaço para Gnabry, Coman e Sane criarem oportunidades para o Bayern pelo menos obter o empate nos primeiros minutos. Mas o time alemão parou na boa atuação do goleiro Köhn.

Do lado do Bayern, Ulreich substituiu muito bem Neuer (machucado) e evitou uma vantagem maior para o Salzburg. A primeira etapa merecia mais gols, tanto do lado austríaco como do lado alemão.

No segundo tempo, o Bayern usou toda a força de seu ataque para pressionar em busca de pelo menos o empate. Em um momento, chegou a ter 80% da posse de bola. Mas só conseguiu criar boas chances na parte final. Coman e Sane tentaram, mas pararam mais uma vez na segurança de Kohn.

Apesar de acuado, o Salzburg não perdeu a coragem e quase fez o segundo. Após falha do Bayern, Adeyemi bateu para defesa parcial de Ulreich. Adamu pegou o rebote, mas Pavard salvou quase em cima da linha.

O final do jogo foi eletrizante com o Bayern de Munique na pressão e o Salzburg no contra-ataque. Mesmo ao final do jogo, os times conseguiram manter a mesma intensidade. Um detalhe: o atacante polonês Robert Lewandowski, um dos maiores artilheiros da Europa, não fez nenhuma finalização para o Bayern em toda a partida.

De tanto tentar, o empate do Bayern veio, aos 44 minutos, com Coman, castigando o Salzburg, que mostrou como uma equipe pode encarar um adversário superior.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.