John MacDougall/AFP
John MacDougall/AFP

Bayern de Munique goleia por 5 a 1 e conquista o 29º título do Campeonato Alemão

Time da Baviera podia até empatar, mas atropela o Eintracht e não dá chances ao Borussia Dortmund, que venceu na rodada

Redação, Estadão Conteúdo

18 de maio de 2019 | 12h50

Em uma das mais equilibradas disputas pelo título nos últimos anos, o Bayern de Munique levou a melhor sobre o Borussia Dortmund e conquistou neste sábado a 29.ª taça do Campeonato Alemão de sua história, a sétima de forma consecutiva. Diante de seus mais de 75 torcedores na Allianz Arena, em Munique, o time bávaro goleou o Eintracht Frankfurt por 5 a 1 e terminou a competição com 78 pontos - dois a mais que o rival, que venceu fora de casa o Borussia Mönchengladbach por 2 a 0.

Essa foi a primeira vez após 10 anos que o título na Alemanha não era decidido na 34.ª e última rodada. Em 2009, o Wolfsburg do atacante brasileiro Grafite foi campeão superando o próprio Bayern de Munique. De lá para cá, sempre o time bávaro ou o Borussia Dortmund, que tinha Jurgen Klopp no comando, faturou a taça com rodadas de antecedência.

Com a conquista do Campeonato Alemão, o Bayern de Munique tentará no próximo sábado a dobradinha no país com o título da Copa da Alemanha - a final será contra o RB Leipzig, no estádio Olímpico, em Berlim. Esta partida marcará a despedida de três jogadores emblemáticos para o time nos últimos anos: o meia/atacante holandês Arjen Robben, o atacante francês Franck Ribéry e o lateral-direito brasileiro Rafinha.

Neste sábado, no último jogo deles perante a torcida do Bayern de Munique, os três foram homenageados. Antes da bola rolar, receberam homenagens no centro do gramado, além de um mosaico feito pelos torcedores em agradecimento. Eles entraram no segundo tempo, para delírio de todos os presentes, e Ribéry e Robben marcaram um gol cada - o do francês foi um golaço, com direito a cavadinha na saída do goleiro. Kingsley Coman, David Alaba e Renato Sanches marcaram também para os bávaros.

O Borussia Dortmund, que sonhava com o título, visitou o Borussia Mönchengladbach e fez a sua parte com os gols de Sancho no fim do primeiro tempo, revisado pelo VAR (árbitro de vídeo), e de Marco Reus, no início do segundo. O vice tem um gosto amargo, já que o time ficou boa parte da competição na liderança, perdendo-a em março para o Bayern de Munique.

OUTROS JOGOS

Além do título, outras equipes brigavam por vagas em campeonatos europeus. Com o RB Leipzig garantido na terceira posição, havia apenas uma vaga restante para a próxima edição da Liga dos Campeões. Quem se deu melhor foi o Bayer Leverkusen, que goleou o Hertha Berlin por 5 a 1, mesmo jogando em Berlim, e fechou a sua participação com 58 pontos.

O Borussia Mönchengladbach, mesmo com a derrota para o Dortmund, ficou em quinto com 55 pontos e garantiu a sua vaga para a fase de grupos da Liga Europa. O mesmo obteve o Wolfsburg, que aplicou em casa incríveis 8 a 1 no Augsburg e ficou em sexto com a mesma pontuação. O Eintracht Frankfurt, sétimo com 54 pontos, jogará uma fase preliminar da competição.

Na parte de baixo da tabela de classificação, tudo já estava definido antes da última rodada. Nuremberg e Hannover foram rebaixados e o Stuttgart terá de jogar um playoff contra o terceiro colocado da segunda divisão para decidir quem jogará a elite na próxima temporada.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.