Divulgação/ Bayern de Munique
Divulgação/ Bayern de Munique

Bayern de Munique vence Werder Bremen e garante 8º título consecutivo na Alemanha

Time conquistou mais uma taça graças ao gol do artilheiro polonês Robert Lewandowski

Redação, O Estado de S.Paulo

16 de junho de 2020 | 18h07

Com o Weserstadion, completamente vazio, o Bayern de Munique conquistou o octocampeonato alemão consecutivo, nesta terça-feira, ao derrotar o Werder Bremen, por 1 a 0, graças ao gol do artilheiro polonês Robert Lewandowski. E o time ainda precisou superar a expulsão de Davis na etapa final. 

O título veio na 32.ª rodada, duas antes do final, pois o time de Munique chegou aos 76 pontos, dez a mais que o Borussia Dortmund, que só tem mais três jogos a realizar na competição. 

O time tem desempenho perfeito após a retomada do Alemão, tendo vencido as sete partidas que disputou. E ainda não perdeu em 2020, com 18 triunfos e um empate. E soma, na sua campanha, 24 vitórias, quatro empates e quatro derrotas, com o melhor ataque do Alemão - 91 gols marcados - e a melhor defesa - apenas 31 gols sofridos. 

O técnico Hansi Flick também foi decisivo para a conquista, pois assumiu o time em quarto lugar na tabela do Alemão e ganhou 26 de 29 jogos por diferentes competições. Para isso, claro, contou com o brilho de Lewandowski, autor de 31 gols no Alemão, 46 pelo clube na temporada - fez ainda outros quatro pela seleção da Polônia. 

O JOGO

Disputado sob forte chuva, o jogo sempre teve domínio por parte do Bayern, diante de um Werder Bremen, dono de apenas 28 pontos e na 17.ª colocação na classificação geral, na briga contra o rebaixamento.

Apesar de conseguir criar boas oportunidades, o Bayern só foi conseguir seu gol aos 43 minutos. O zagueiro Jerome Boateng fez ótimo lançamento para Lewandowski, que surgiu livre diante do goleiro Jiri Pavlenka. O atacante ainda teve tempo de matar a bola no peito antes de chutar sem deixar a bola quicar no chão.

Sem forças, apesar de desesperado, o Werder Bremen não conseguiu pelo menos o empate na etapa final e ainda viu o Bayern, muito experiente, saber tocar a bola e deixar o tempo passar até a conquista do oitavo título consecutivo, o 30.º de sua história.

BASTIDORES

Mas se dentro de campo a situação para o time parece ótima, os bastidores estão quentes. O astro Thomas Muller se mostrou descontente com algumas posturas de dirigentes bávaros diante da crise financeira provocada pelo surto da covid-19 pelo mundo. O atacante já expressou a sua insatisfação com os cortes salariais e a busca por reforços. 

O diretor esportivo Hasan Salihamidzic disse de maneira metafórica que "este drible não havia saído bem". O bósnio é um dos principais alvos da polêmica após ter dito que o Bayern de Munique iria atrás de uma estrela internacional e um talento europeu no próximo mercado de transferências. Muller se desculpou mais tarde e disse que os atletas se comprometeram a ter seus salários reduzidos para garantir a permanência de funcionários no clube.

Com o time em alta, alguns jogadores podem deixar Munique em breve. É o caso do zagueiro francês Lucas Hernández, que interessa ao Paris Saint-Germain. Apesar de não estar fechado a uma possível negociação, as conversas não serão fáceis. O clube alemão não aceita vendê-lo por um preço menor do que 80 milhões de euros (cerca de R$ 450 milhões).

O Paris Saint-Germain, que deseja substituir a saída do brasileiro Thiago Silva - que não terá seu contrato renovado ao final desta temporada -, pensa que o defensor francês vale menos do que o pedido. O jogador não se adaptou muito bem à Alemanha e considera uma saída. Na atual temporada, Luvas Hernández participou de 21 jogos, não marcou gols e nem deu assistências.

 

OUTROS JOGOS

O dia do Campeonato Alemão teve outros três jogos: Borussia Mönchengladbach 3 x 0 Wolfsburg, Freiburg 2 x 1 Hertha Berlin e Union Berlin 1 x 0 Paderborn.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.