Matthias Schrader/AP
Matthias Schrader/AP

Bayern é o clube com maior número de jogadores nas pré-listas da Copa

Ao todo, o time alemão possui 17 atletas em nove seleções diferentes, incluindo o Brasil

O Estado de S. Paulo

16 de maio de 2014 | 11h48

SÃO PAULO - Ainda detentor da última Liga dos Campeões e campeão do Mundial de Clubes da Fifa e do Campeonato Alemão, o Bayern de Munique também é o clube que deve liberar o maior número de jogadores para a Copa do Mundo. Por meio de seu site oficial, a Fifa divulgounesta sexta-feira, as listas com os 30 jogadores de todas as seleções que irão disputar o Mundial de 2014 no Brasil. Ao todo, o time da Baviera possui 17 representantes.

Dos 30 convocados pela seleção alemã, por exemplo, o técnico Joachin Löw chamou sete jogadores do Bayern. São eles Manuel Neuer, Philipp Lahm, Mario Götze, Jérôme Boateng, Bastian Schweinsteiger, Thomas Müller e Toni Kroos. Além deles, há dois espanhóis (Javi Martínez e Thiago Alcântara), um croata (Mario Mandzukic), um belga (Daniel Van Buyten), um suíço (Xherdan Shaqiri), um norte-americano (Julian Green), um holandês (Arjen Robben) e um francês (Franck Ribéry). Todos estes foram chamados para jogar a Copa.

Eleito melhor zagueiro do Campeonato Alemão e um dos principais reservas de Luiz Felipe Scolari, Dante já foi confirmado pelo técnico da seleção na Copa. Mesmo estando fora da lista dos 23, Rafinha, outro brasileiro da equipe alemã, foi convocado pelo treinador do Brasil para fazer parte da lista dos sete que serão opções em caso de contusão.

O segundo colocado na lista com times que cederam mais jogadores para a Copa é o Manchester United. Mesmo em uma temporada conturbada, em que ficou apenas na sétima posição do Inglês, o time tem 16 atletas do elenco entre os pré-convocados. Ao todo, são seis ingleses, dois belgas, dois espanhóis, além de um francês, um holandês, um equatoriano, um mexicano, um português e um japonês.

LISTA FINAL

A partir da relação inicial, sete nomes precisarão ser cortados até o dia 2 de junho para que as relações finais de 23 jogadores, necessariamente com três goleiros, sejam definidas. A Fifa explica que um jogador da lista definitiva só poderá ser substituído se ele sofrer grave lesão até 24 horas antes do primeiro jogo da fase de grupos de sua equipe. A contusão, porém, precisará ser confirmada pelo Comitê Médico da entidade. Nesse caso, o jogador substituto não precisará estar necessariamente na lista provisória, que foi publicada no site da entidade nesta sexta-feira.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.