Bayern empata com Arsenal e garante vaga nas quartas da Liga dos Campeões

Time de Pep Guardiola recebeu os ingleses na Allianz Arena e ficou em 1 a 1

AE, Agência Estado

11 de março de 2014 | 18h48

MUNIQUE - O Bayern de Munique conseguiu confirmar o favoritismo no clássico europeu contra o Arsenal e garantiu sua vaga nas quartas de final da Liga dos Campeões da Europa. Depois da vitória por 2 a 0 no jogo de ida em Londres, o time alemão recebeu o rival nesta terça-feira, na Allianz Arena, e se classificou com um empate de 1 a 1.

Com um elenco cheio de opções, o técnico espanhol Guardiola se deu ao luxo de deixar jogadores como Thomas Müller, Toni Kroos, Boateng e o brasileiro Rafinha entre os reservas do Bayern nesta terça-feira. Do outro lado, o Arsenal apostava numa reviravolta incrível para eliminar o poderoso rival e avançar na competição.

Na temporada passada, o Arsenal esteve perto de fazer um milagre parecido, justamente contra o Bayern nas oitavas de final da Liga dos Campeões. Na ocasião, o time inglês perdeu em Londres por 3 a 1, mas se reabilitou na Alemanha e venceu na volta por 2 a 0, sendo eliminado apenas no critério do gol marcado fora de casa.

Dessa vez, porém, não deu para assustar o Bayern. Atual campeão europeu e mundial, o time de Munique vive fase incrível, com 16 vitórias seguidas no Campeonato Alemão - lidera com 20 pontos de vantagem sobre o segundo colocado Borussia Dortmund -, e tratou de administrar nesta terça-feira a vantagem conseguido em Londres.

Mais presente no ataque, o Bayern chegou a fazer um gol com Mandzukic no primeiro tempo, mas ele estava impedido e o lance foi bem anulado pela arbitragem. Já na segunda etapa, o time de Munique abriu 1 a 0 aos 10 minutos, quando Ribéry fez uma bela jogada e passou para Schweinsteiger, livre no meio da área, marcar.

A reação do Arsenal foi imediata. Aos 12 minutos, Podolski disputou o lance com Lahm e, após uma suposta falta não marcada pelo árbitro, ficou com a bola para chutar forte, empatando o jogo. Depois disso, o time inglês bem que tentou pressionar o adversário, em busca de mais dois gols que lhe dariam a classificação.

Mas foi o Bayern quem esteve mais perto de marcar novamente. Já nos acréscimos, Robben sofreu pênalti. Thomas Müller cobrou mal e permitiu a defesa de Fabianski. A bola ainda ficou rolando em cima da linha antes do goleiro afastar definitivamente o perigo. Mesmo assim, o time de Munique garantiu a vaga com o empate em casa.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.