Bayern ofecererá ? 10 mi por Robinho

A proposta que o Bayern, de Munique, vai apresentar ao Santos para tirar Robinho da Vila Belmiro é de 10 milhões de euros. A informação é do procurador do atacante, Aloísio Guerreiro (ex-centroavante santista), que já sabia do interesse do clube alemão há sete dias. "Um empresário brasileiro, chamado Sergio, que é agente credenciado pela Fifa e trabalha na Europa, me telefonou na semana passada para falar que o Bayern quer o jogador e me fez algumas perguntas. Disse a ele que o Santos é dono de 70% do passe e que qualquer proposta oficial ou consulta deveria ser feita ao clube. Acredito que nos primeiros dias de janeiro deve surgir alguma novidade." Robinho, que estava descansando numa praia do litoral sul, reapareceu nesta sexta-feira em Santos e não demonstrou surpresa e nem empolgação diante do interesse do Bayern. "É legal saber que tanta gente gosta do meu futebol. Jogar fora do Brasil é um sonho, mas não pretendo sair tão cedo porque ainda sou muito novo. E se um dia eu for para o exterior, gostaria de jogar no Barcelona." Neste domingo de manhã, Robinho estará no banco de reservas de uma seleção de jogadores paulistas numa partida de beach soccer contra cariocas, na praia da Enseada, Guarujá, mas garante que vai apenas prestigiar o evento. "Estou proibido pelos médicos do Santos de mexer com bola durante as férias. Além disso, o professor Leão não quer que nenhum de nós dispute qualquer tipo de jogo de futebol durante o período de descanso." Robinho e Diego foram cortados da Seleção Sub-20 que vai disputar o Sul-americano no Uruguai porque o Santos alegou que ambos estão machucados. O diretor de futebol Francisco Lopes preferiu classificar a notícia do interesse do Bayern por Robinho como especulação. "O simples fato de falarem do nosso jogador já nos envaidece, mas não há nada de oficial. Na Europa, como aqui, esta é uma época de se inventar notícias. Seria a mesma coisa que a gente dizer que tem interesse em Roberto Carlos e Rivaldo. Robinho não é inegociável, mas só se surgir uma proposta muito atraente vamos pensar em negociá-lo", concluiu o dirigente.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.