Jason Cairnduff/Reuters
Jason Cairnduff/Reuters

Bayern vence Real Madrid com gol no fim e fatura torneio amistoso

Douglas Costa participa de jogada finalizada por Lewandowski

Estadão Conteúdo

05 de agosto de 2015 | 18h06

Com um gol marcado aos 42 minutos do segundo tempo, que foi originado por uma cobrança de falta batida pelo brasileiro Douglas Costa, o Bayern de Munique venceu o Real Madrid por 1 a 0, nesta quarta-feira, da decisão da Audi Cup, torneio amistoso realizado a cada dois anos na Alemanha desde 2009.

O confronto de preparação para a próxima temporada do futebol europeu foi disputado com casa cheia na Allianz Arena, a casa do Bayern, e foi decidido com gol de Lewandowski, que na última terça-feira já havia marcado um golaço na vitória por 3 a 0 sobre o Milan, na semifinal da competição amistosa.

Esse foi a terceira vez que o Bayern conquista a Audi Cup. O time também ficou com a taça em 2009 e 2013, anos em que superou respectivamente Manchester United (nos pênaltis, após empate por 0 a 0) e Manchester City (por 2 a 1, no tempo normal). Já em 2011 o troféu ficou com o Barcelona, que superou justamente o Bayern na decisão, por 2 a 0.

As duas edições anteriores da Audi Cup contaram com a participação de um time brasileiro. Em 2011, o Internacional ficou com a terceira posição ao derrotar o Milan nos pênaltis, após empate por 2 a 2 no tempo normal. Dois anos depois, o São Paulo terminou em quarto e último lugar ao ser batido pelo mesmo Milan por 1 a 0. Desta vez, a equipe italiana voltou a jogar o torneio amistoso e ficou em último lugar ao cair por 2 a 0 diante do Tottenham, horas mais cedo.

A final desta edição da competição de preparação foi disputada com as duas equipes visivelmente se poupando em campo, para evitar o desgaste e as temidas lesões, até pelo fato de que os times já haviam atuado na última terça.

Pelo lado do Bayern, os brasileiros Rafinha e Douglas Costa atuaram como titulares, assim como aconteceu com Marcelo e Casemiro no Real. Durante o duelo, o lateral Danilo, novo reforço da equipe espanhola, também entrou em campo substituindo Lucas Vázquez. Já Marcelo e Casemiro saíram para as entradas de Arbeloa e Illarramendi.

Mas o único que conseguiu se destacar entre os brasileiros foi Douglas Costa, que exibiu boa movimentação e habilidade pelo lado esquerdo do ataque, assim como acabou sendo decisivo para a vitória. Aos 42 minutos da etapa final, ele bateu falta de pé trocado pela direita e achou Lewandowski, que apareceu nas costas da zaga e desviou levemente a bola, tirando do alcance do goleiro Navas.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.