Bayern veta Élber na Copa América

O Bayern de Munique anunciou neste sábado que não irá liberar seus jogadores para a Copa América, que começa na quarta-feira, na Colômbia. Por causa da desorganização do evento, confirmado apenas na última quinta-feira, além da ameaça de violência, o clube alemão decidiu vetar a participação dos dois jogadores do seu elenco que foram convocados para defenderem seus países no torneio. Os atletas vetados são os atacantes Élber, do Brasil, e Claudio Pizarro, do Peru. Convocado na sexta-feira pelo técnico Luiz Felipe Scolari, o atacante Élber deveria ser um dos titulares da seleção brasileira na Copa América. Mas agora, a sua presença está seriamente ameaçada, o que traria mais um problema para Felipão, que já não poderá contar com jogadores como Rivaldo, Romário e Cafu no torneio na Colômbia.Segundo o vice-presidente do Bayern de Munique, o ex-jogador Karl-Heinz Rummenigge, o clube já enviou uma carta à Fifa para informar a sua decisão. ?Não vamos liberar nossos dois jogadores mais importantes para que eles joguem a Copa América. Não aceitamos estas indas e vindas (da Confederação Sul-Americana de Futebol). Essa decisão (de realizar o torneio) foi meramente econômica e nós não a aceitamos?, afirmou o dirigente, ao comentar os problemas para a realização da competição na Colômbia, que, por motivos de segurança, chegou a ser suspensa e só foi confirmada na última quinta-feira. ?Temos outros planos para Pizarro e Élber e, além disso, o mais importante é a segurança dos dois, algo que na Colômbia não está garantido?, disse Rummenigge, lembrando que Pizarro já está na Alemanha, treinando com a equipe, enquanto Élber deve se reapresentar na segunda-feira, após as suas férias.A decisão do Bayern viola as determinações da Fifa, que obriga os clubes a cederem seus jogadores às seleções quando elas forem disputar competições oficiais. Mas isso parece não amedrontar Rummenigge. ?Se querem nos enfrentar, podem fazer, mas não sei se será recomendável?, avisou o dirigente. Para resolver a questão, o presidente do Bayern - outro ex-jogador -, Franz Beckenbauer, está participando do Congresso da Fifa, em Buenos Aires, e já apresentou a posição do clube alemão à entidade. A definição do caso deve acontecer até amanhã, pois Élber e Pizarro têm que se apresentar às seleções de seus países na segunda-feira.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.