BBC denuncia máfia de ingressos na Fifa em Mundiais

O programa do canal de TV britânico BBC que foi ao ar, na noite desta segunda-feira (final da tarde no Brasil), revelou mais uma escândalo na Fifa: o mercado negro de ingressos para jogos da Copa do Mundo. Segundo a tevê, os cambistas operam justamente a partir das entranhas da entidade e com ingressos que são distribuídos pela Fifa. Os responsáveis pela venda ilegal seriam os próprios cartolas.

JAMIL CHADE, Agência Estado

23 de maio de 2011 | 19h58

A BBC foi até a Noruega e obteve depoimentos de um dos principais cambistas da Europa, Atle Barlaup. Segundo ele, 40% das entradas para jogos de Copa do Mundo no mercado negro tem origem dentro da própria Fifa e seriam os cartolas máximos da entidade que lucrariam com a sua venda.

O cambista revelou um dos acordos com o então vice-presidente da Fifa, Jack Warner. Em 2006, o cartola o vendeu 820 entradas, que seriam dadas a ele por ser presidente da Federação de Futebol de Trinidad e Tobago. No total, os cambistas foram obrigados a pagar quase três vezes o preço das entradas a Warner.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.