BC processa clubes paulistas

Ao final dos trabalhos da CPI do Futebol, que nesta quinta- feira ouviu representantes dos conselhos fiscais do São Paulo, Sebastião Antunes Duarte; do Palmeiras, Osvaldo da Silva Rico; e do Corinthians, Eduardo Nesi Curi; o relator da comissão, senador Geraldo Althoff (PFL-SC), surpreendeu os depoentes quando informou que o Banco Central abriu processo administrativo contra os três clubes paulistas a respeito de transferência de jogadores para o exterior. Nenhum dos conselheiros sabia da existência dos processos, "o que prova que a direção dos clubes é feita de uma maneira muito pessoal e com poderes concentrados", disse Althoff.Sigilo - A CPI decidiu restringir, durante sessão realizada no Senado Federal, o período de quebra de sigilos das empresas Citi Corpy, El Turfe e Casa do Shopp 2001, de propriedade do presidente da Confederação Brasileira de Futebol (CBF), Ricardo Teixeira. O arrendatário dessas três empresas pediu suspensão da quebra a partir de sua administração, que teve início em 1º de janeiro de 2000. Com isso a quebra de sigilos destas empresas ficará restrita ao período que vai de 97 a janeiro de 2000.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.