Bechara deixa Etti e denuncia esquema

Mesmo com a boa recuperação no Torneio Rio-São Paulo, o time do Etti Jundiaí vive sérios problemas fora de campo. O meia Bechara, insatisfeito com a reserva, pediu a rescisão de seu contrato e acertou sua volta ao Fortaleza. O jogador classificou sua passagem pelo Etti Jundiaí como frustrante e em entrevista ao jornal ?O Povo?, de Fortaleza, o jogador disse que estava na reserva devido aos interesses da multinacional italiana que administra o departamento de futebol do clube, numa referência ao Etti. "Quem não for do grupo, acaba sendo prejudicado", desabafou. O meio-campo tinha contrato com o clube jundiaiense até 30 de abril, esteve pela manhã no estádio Jaime Cintra para acertar os últimos detalhes de sua transferência e embarca no final da tarde desta quarta-feira para o Ceará. Bechara, que conquistou o bicampeonato cearense pelo seu "novo" clube, deverá ser a novidade do Fortaleza para o jogo de domingo, contra o América-RN, pelo Campeonato do Nordeste. Além de Bechara, o clube pode perder seu "homem-forte". Marcos Bagatella, que cuida dos interesses da Parmalat no clube de Jundiaí, teve novo desentendimento com Eduardo dos Santos Palhares, presidente do Jundiaí. Irritado com as constantes brigas, o dirigente pode deixar o clube antes do final do ano, data final do contrato entre as duas partes. Rusgas - Os dois dirigentes sempre tiveram rusgas, mas os títulos da Série A-2 do Campeonato Paulista e a Série C do Campeonato Brasileiro amenizaram um pouco o clima entre ambos. Bagatella é da linha de José Carlos Brunoro, que implantou o "esquema Parmalat" no Palmeiras. Mas sua passagem em Jundiaí foi decepcionante, porque mesmo com ampla estrutura e muito dinheiro ele demorou muito para conquistar o esperado retorno em títulos e jogadores. O time só triunfou na temporada 2001, no terceiro ano de gestão, quando conquistou dois títulos: Campeão Paulista da Série A-2 e Brasileiro da Série C. No início deste ano, a empresa anunciou sua saída do futebol brasileiro, tanto que apenas vive um período de transição com o clube de Jundiaí.

Agencia Estado,

13 Março 2002 | 15h08

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.