Beckenbauer aprova disputa de jogos do Inglês no exterior

Presidente do Bayern discorda da Fifa e acha que fórmula ajudará a promover 'o melhor futebol do mundo'

Efe

18 de fevereiro de 2008 | 17h59

O ex-jogador alemão Franz Beckenbauer, principal responsável pela organização da Copa do Mundo de 2006, gostou da idéia de disputa de uma rodada extra do Campeonato Inglês em estádios fora do país.  O alemão, membro do júri que decide os vencedores do Prêmio Laureus - entregue nesta segunda-feira em São Petersburgo, na Rússia, foi contrário à opinião da Fifa, que não gostou da idéia.  "A fórmula pode servir para promover e exportar o Campeonato Inglês, o melhor do mundo. Acho uma boa idéia. As equipes inglesas têm torcedores no mundo todo, o que praticamente garante o sucesso neste quesito", disse o ex-jogador. Contudo, o presidente do Bayern de Munique aprovou a decisão da Fifa de estimular a presença de jogadores locais nos clubes. "Poderíamos argumentar que o futebol não evolui com o mercado global e que isso é um atraso. Mas acho que é preciso salvar o mercado doméstico." "A medida pode ser positiva na hora de proteger os jovens e evitar que eles percam a paciência quando vêem que os clubes apostam em outros jogadores estrangeiros às vezes mais baratos, mas não melhores", completou.  Ao falar sobre os favoritos à Eurocopa de 2008, na Áustria e Suíça, ele disse que praticamente todos têm chance de título, com exceção dos austríacos: "Nem o povo local acredita neles", explicou Beckenbauer, que acrescentou: "Em linhas gerais, acho que estarão os de sempre. Itália, França, Alemanha e também a Espanha. Mas é mais difícil prever favoritos na Eurocopa que no Mundial."

Tudo o que sabemos sobre:
Franz BeckenbauerCampeonato Inglês

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.