Beckenbauer diz que Bayern errou ao liberar Lúcio

O presidente Franz Beckenbauer disse nesta quinta-feira que os principais problemas do Bayern de Munique estão na defesa e que acredita que o clube pode ter cometido um erro ao liberar o zagueiro Lúcio. O jogador brasileiro deixou a equipe e se transferiu para a Inter de Milão.

AE-AP, Agencia Estado

10 de setembro de 2009 | 17h06

"Nosso problema é a defesa e eu penso que [o técnico] Louis van Gaal vai controlar isso em controle logo", disse Beckenbauer. "Talvez tem sido um erro deixar ele [Lúcio] sair. Lúcio foi um grande suporte por anos", completou.

Lúcio deixou o Bayern de Munique antes do início da temporada 2009/2010, depois que Van Gaal não lhe deu garantias de que seria titular. Os zagueiros Daniel van Buyten e Holger Badstuber falharam em alguns gols e o Bayern de Munique está apenas em oitavo lugar no Campeonato Alemão, com apenas cinco pontos após quatro rodadas.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.