Beckenbauer: "Materazzi deve ter falado algo para Zidane"

O ex-jogador e presidente do comitê que organizou a Copa do Mundo da Alemanha, o alemão Franz Beckenbauer, defendeu neste domingo o meia Zinedine Zidane, expulso aos 4 minutos do segundo tempo da prorrogação por ter dado uma cabeçada no zagueiro italiano Materazzi."Algo ele (Materazzi) deve ter dito ao Zidane, que é uma pessoa muito tranqüila, até inofensiva", explicou Beckenbauer. "Evidente que a expulsão enfraqueceu os franceses, que formam uma seleção sensível, ainda mais quando o seu capitão está envolvido em alguma confusão", completou o "Kaiser".Beckenbauer também classificou como "legítimo" o recurso utilizado pelo árbitro argentino Horácio Elizondo, que decidiu consultar os seus auxiliares antes da expulsão de Zidane. "Quando os juízes dispõem de grandes recursos técnicos, é preciso utilizá-los".Ainda sobre a atuação de Zidane, Beckenbauer disse que o jogador não pode ser sacrificado pela perda do título e lembrou da atuação contra o Brasil, nas quartas-de-final da Copa. "Zidane derrotou os brasileiros quase sozinho".

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.