Ina Fassbender/Reuters - 9//6/2010
Ina Fassbender/Reuters - 9//6/2010

Beckenbauer revela que perdeu confiança na Fifa

Ídolo alemão ficou decepcionado com processo de votação das sedes das Copas de 2018 e 2022

AE-AP, Agência Estado

14 de dezembro de 2010 | 12h31

Um dos maiores jogadores da história do futebol alemão e atual membro do Comitê Executivo da Fifa, Franz Beckenbauer lamentou nesta terça-feira o processo de votação para as sedes das Copas do Mundo de 2018 e 2022, vencidas respectivamente por Rússia e Catar.

Decepcionado, Beckenbauer contou que ainda não entendeu como as candidaturas de Inglaterra, para 2018, e Austrália, para 2022, receberam tão poucos votos. Ele garantiu ainda que, após a eleição, sua confiança na Fifa diminuiu.

O processo de escolha contou com uma série de polêmicas, como a suspensão de dois membros do Comitê Executivo da Fifa, Reynald Temarii e Amos Adami, acusados de negociarem os seus votos. Embora eleitos, Rússia e Catar foram mal avaliados nas inspeções. E a elogiada candidatura da Inglaterra ficou com dois votos, enquanto a Austrália recebeu apenas um.

"Minha confiança na Fifa diminuiu", garantiu Beckenbauer ao jornal Bild . "Estou desapontado pela maneira como a Fifa conduziu a votação. Fomos informados de que nem nós, nem o público, saberíamos o número exato de votos. E, poucas horas depois, ouvi em uma rádio o número exato de votos que cada candidatura recebeu".

Tudo o que sabemos sobre:
futebolFifaFranz Beckenbauer

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.