Arquivo/AE
Arquivo/AE

Beckham aposta em volta ao Milan para ir a Copa do Mundo

A pedido do técnico da seleção inglesa, meio-campo deve retornar ao clube italiano na janela de transferências

AE, Agencia Estado

14 de agosto de 2009 | 10h55

O meio-campista inglês David Beckham, que hoje defende o Los Angeles Galaxy, dos EUA, aposta em seu retorno ao Milan, a partir de janeiro, para ter chances reais de disputar a Copa do Mundo de 2010.

Veja também:

especial As negociações no mercado do futebol

tabela Classificação / Calendário / Resultados

especial Dê seu palpite no Bolão Vip do Limão

"Escondido" no Campeonato Norte-Americano atuando pelo clube que detém os seus direitos federativos, Beckham já foi avisado pelo treinador da seleção inglesa, Fabio Capello, de que precisa retornar a um campeonato europeu de primeira linha para ganhar alguma possibilidade de jogar aquele que deverá ser o seu último Mundial.

Com 34 anos de idade, o astro já admitiu sua vontade de retornar ao Milan, clube que defendeu no início deste ano após ter sido emprestado pelo Galaxy. E o jogador garante que o time italiano está interessado em seu retorno em 2010. "É simples. Quero voltar ao Milan e o Milan já disse que estaria interessado em me ter de volta", afirmou o jogador em entrevista ao jornal italiano La Gazzetta Dello Sport.

E o jogador inglês vê como uma questão de tempo a sua volta ao Milan. "Não creio que haverá problemas e penso que voltarei quando reabrir o mercado de contratações em janeiro", reforçou o inglês, que também descartou um possível retornou a um time do Campeonato Inglês, no qual fez história com a camisa do Manchester United no início de sua carreira.

O retorno de Beckham ao futebol inglês foi cogitado também pelo fato de Carlo Ancelotti, ex-técnico do Milan e que dirigiu o astro no time italiano, ter sido contratado pelo Chelsea. Beckham, porém, negou qualquer tipo de negociação com o milionário clube inglês.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.