Ballesteros/EFE
Ballesteros/EFE

Beckham dá apoio a Figo em candidatura à presidência da Fifa

Para o inglês, entidade precisa de dirigentes que são apaixonadas pelo futebol; eleição presidencial está marcada para dia 29 de maio

Estadão Conteúdo

17 de fevereiro de 2015 | 15h30

O português Luis Figo ganhou o apoio do ex-companheiro David Beckham em sua campanha para destronar Joseph Blatter da presidência da Fifa. O ex-jogador da seleção portuguesa é um dos três rivais do suíço na eleição presidencial marcada para o dia 29 de maio.

Em sua campanha, Figo está contando agora com o suporte do meia-atacante que foi seu companheiro no Real Madrid. "Eu dou as boas-vindas à candidatura do meu amigo Luis para a presidência da Fifa", declarou o inglês.

Para Beckham, a entidade precisa de dirigentes que são apaixonadas pelo futebol. "Qualquer organização bem-sucedida precisa ter pessoas que são apaixonadas pelo jogo e querem fazer o melhor pelos fãs", argumentou, referindo-se ao único ex-jogador entre os quatro candidatos a presidente.

Numa declaração mais diplomática, o inglês aprovou o número de candidatos inscritos na disputa - Blatter não teve rivais na última eleição. "A Fifa só vai colher benefícios por ter uma lista grande de candidatos. É bom ver as pessoas se voluntariando [para assumir cargos desta envergadura]", afirmou Beckham.

Além de Figo, Blatter vai enfrentar o príncipe jordaniano Ali bin al-Hussein, um dos atuais vice-presidentes da Fifa, e o presidente da federação holandesa de futebol, Michael van Praag, no pleito de maio. O suíço busca seu quinto mandato consecutivo à frente da entidade máxima do futebol.

Tudo o que sabemos sobre:
futinterfutebolFifaBeckhamFigo

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.