Beckham diz que 'compreende e respeita' decisão de Capello

Perto de completar 100 jogos pela Inglaterra, jogador não é convocado pelo técnico para jogo contra Suíça

Efe,

05 de fevereiro de 2008 | 10h35

O meia David Beckham, do Los Angeles Galaxy, recebeu sem problemas a sua não convocação para a seleção da Inglaterra, que nesta quarta-feira enfrenta a Suíça em Wembley. O astro afirmou que a sua presença na equipe teria sido "injusta".   Veja também: Manchester United homenageia mortos na 'tragédia de Munique'    A chegada do técnico italiano Fabio Capello ao comando da seleção inglesa veio cheia de surpresas, entre as quais está, sem dúvida, a ausência do meia no amistoso realizado em Wembley.   Desta forma, Capello impede que Beckham alcance a marca de 100 partidas oficiais pela seleção da Inglaterra.   Beckham admitiu a decepção por ter ficado de fora deste jogo, mas confessou que compreende a decisão do técnico, segundo entrevista concedida à emissora Sky Sports.   "Sempre é decepcionante não ser convocado para a Inglaterra, mas estou sem jogar desde dezembro. Portanto, provavelmente teria sido injusto que me tivessem chamado", declarou o jogador.   "Eu esperava isto, pois conheço Fabio Capello e sei como funciona como treinador. Caso lhe pareça que não está preparado para jogar não te convoca, algo que respeito e compreendo totalmente", declarou.   Sobre a nova etapa da seleção inglesa, agora sob o comando do italiano, Beckham disse que Capello é "uma grande escolha, que será positiva para o futebol inglês".

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.