Beckham é convidado para abertura da Copa

Apesar da ruptura no tendão de Aquiles e da consequente cirurgia que o fará perder a disputa da Copa, o meia David Beckham deverá marcar presença no Mundial da África do Sul. Além do convite para fazer parte da delegação da Inglaterra, ele foi chamado para participar da cerimônia de abertura do evento.

AE, Agencia Estado

25 de março de 2010 | 14h08

Logo após a cirurgia, realizada na semana passada, Beckham recebeu o convite do técnico Fabio Capello para fazer parte da delegação inglesa na Copa. E nesta quinta-feira o chefe do Comitê Organizador do Mundial, Danny Jordaan, chamou o jogador para a cerimônia de abertura, marcada para o dia 11 de junho.

Além de participar da abertura, Beckham iria à África do Sul para ajudar a promover a candidatura da Inglaterra para abrigar a Copa de 2018. "Acho que o mais provável é que ele venha com a seleção inglesa e trabalhe pela candidatura de 2018. Assim, nos reuniríamos quando ele chegasse", declarou Jordaan.

Beckham era nome certo na lista de Capello para defender a Inglaterra na Copa da África do Sul. Mas, como sofreu a grave contusão no dia 14 de março, em jogo do Milan pelo Campeonato Italiano, ficará afastado dos gramados por cerca de seis meses. Assim, será um mero espectador no Mundial.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolCopa do MundoInglaterraBeckham

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.