Beckham e Gerrard comemoram recuperação de Rooney

O capitão inglês David Beckham e o meia Steven Gerrard comemoraram muito a confirmação de que Wayne Rooney disputará a Copa do Mundo, depois de um exame de ressonância magnética mostrar que a fratura no pé direito do atacante já estava completamente consolidada. Rooney treinou normalmente nesta manhã de quinta-feira, mas não jogará a estréia contra o Paraguai, sábado, em Frankfurt.?Sei muito bem o que Wayne passou e fico feliz de vê-lo de volta aqui conosco?, disse Beckham, que também sofreu às vésperas da Copa de 2002 uma fratura no mesmo osso (o metatarso) do pé direito. ?E eu sei o quanto é triste ficar fora de uma Copa por causa de contusão?, emendou Gerrard, cortado do Mundial passado por uma lesão de ligamentos.Com a liberação de Rooney para jogar o Mundial, o atacante Jermain Defoe, que havia sido chamado para ficar de ?stand by?, voltará para a Inglaterra. ?É triste vê-lo partir, mas só 23 jogadores podem ser inscritos?, disse Gerrard. ?Jermain foi profissional esse tempo todo. Ele é um dos melhores atacantes da Europa e ainda tem muito futuro pela frente?, emendou Beckham.Enquanto Rooney estiver fora do time, o grandalhão Peter Crouch, de 2,01 m, será o titular. ?Ele tem subido de produção e será muito importante pra gente?, disse Gerrard, companheiro de Crouch no Liverpool.Elogios de PeléO meia inglês Steven Gerrard se disse honrado por ter sido apontado por Pelé como um dos candidatos a melhor jogador da Copa. Em entrevista a uma TV inglesa, Pelé encheu o meio-campista do Liverpool de elogios, destacando sua técnica, raça e visão de jogo.?É sempre bom ouvir elogios, ainda mais de uma pessoa como Pelé. Fico muito feliz por isso e sei que esta Copa é uma oportunidade perfeita para justificar esses elogios?, disse Gerrard, que foi o principal jogador do Liverpool na conquista da Copa dos Campeões da Europa de 2005.O meia, que usa a camisa número 4 na Seleção Inglesa, ficou conhecido no Brasil durante o Mundial de Clubes do Japão, quando disse que via o Liverpool como ?um time quase imbatível?, às vésperas da decisão com o São Paulo. Em campo, o São Paulo venceu por 1 a 0 e ficou com a taça. Mineiro, autor do gol do título, foi chamado para a seleção no lugar do contundido Edmílson.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.