Beckham em presépio revolta religiosos

Os Beckham continuam provocando polêmica na Inglaterra. A aparição de David e da ex-Spice Girl Victoria, em montagem de bonecos de cera, nos papéis de São José e da Virgem Maria em um presépio em Londres, despertou a reação de várias comunidades religiosas no país. Seus representantes consideraram inoportuna a representação, porque o casal aparece nos papéis principais e não nos secundários.A Igreja Anglicana chegou a classificar a idéia de ?original?, mas um porta-voz da entidade fez questão de lembrar que nenhuma das pessoas participantes da Natividade eram famosas. Nessa tecla também bateu o Vaticano. O porta-voz afirmou que Beckham e Victoria ficariam melhor como figurantes. ?O presépio não é blasfemo, mas revela muito mau gosto?, afirmou.Já o assessor do arcebispo de Canterbury, Jonathan Jennings, disse que a escolha das personalidades não foi a ideal, apesar de admitir que cada geração costuma ?interpretar a Natividade a sua maneira?.Um grupo conservador evangélico da Inglaterra, denominado Reforma, também não gostou do que viu no presépio. Para o assessor do grupo, o presépio, montado no museu de cera de madame Tussaud, ?não deveria violar a mensagem do nascimento de Cristo?.O jornal ?The Times? também entrou na polêmica. Em editorial, o diário criticou a montagem do presépio, afirmando que o culto às pessoas famosas está chegando a ?extremos absurdos? e, no plano espiritual, ?a ofensa é mais séria, porque o presépio representa uma ofensa à Natividade?.No presépio aparecem também, como figurantes, o primeiro ministro britânico, Tony Blair, o presidente dos Estados Unidos, George W. Bush e o príncipe Philip de Edimburgo, como os três Reis Magos.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.