Beckham se diz honrado por premiar Pelé nos Estados Unidos

Inglês entrou troféu ao Rei do Futebol pelo 'conjunto da obra', em cerimônia de caridade organizada pela MLS

REUTERS

20 de março de 2008 | 10h58

O meio-campista inglês David Beckham se disse honrado por entregar um prêmio a Pelé pelo conjunto da obra do ex-jogador brasileiro durante evento beneficente em Manhattan na quarta-feira. Veja também: Capello convoca Beckham para amistoso pela Inglaterra"Para mim estar aqui e entregar isso para o maior esportista de todos os tempos, me sinto particularmente honrado", disse o jogador do Los Angeles Galaxy a jornalistas. "Esse é certamente um ponto alto para mim." No evento de gala, foram cobrados US$ 1.250 (cerca de R$ 2,2 mil) por prato para levantar recursos para o Harlem Soccer Youth. Pelé, de 67 anos, abriu caminho para o futebol norte-americano, caminho que o astro inglês segue atualmente. Depois de conquistar três mundiais com a seleção brasileira, Pelé se transferiu, em 1975, para o New York Cosmos. O primeiro ano de Beckham no Los Angeles Galaxy foi marcado por lesões e apenas um gol em oito partidas, até que um joelho machucado encerrou a temporada do ex-capitão da seleção inglesa. O jogador, no entanto, insistiu que não se arrependeu de sua transferência do Real Madrid para o Galaxy. "Estou muito feliz, minha família está muito feliz", disse o atleta de 32 anos. "Foi uma mudança fantástica para nós."

Tudo o que sabemos sobre:
David BeckhamPelé

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.