Beletti faz juras de amor ao S.Paulo

Jogador polêmico, que não mede as palavras, o lateral-direito Belletti, após ver naufragado as chances de se transferir para o Valencia, agiu com pouco caso sobre o possível interesse de outra equipe espanhola em contar com seus serviços, agora o Tenerife. "Não saio do São Paulo para jogar lá de jeito nenhum," afirmou. "Sair do Brasil para ficar escondido. Para Europa, quero ir para um clube em que possa lutar por títulos, não apenas por dinheiro". Além de descartar a possibilidade de uma transferência, o jogador revelou que se reunirá amanhã, com dirigentes para ampliar o tempo de seu contrato, que vence em abril de 2003. "Vou tentar fazer um acordo para ampliar minha permanência aqui, até 2004. Aproveito para estudar alguns números (salários) e esclarecer estes negócios da Espanha". Após haver declarado que já estava com o pensamento na Espanha (Valencia), agora faz juras de amor ao clube. "O São Paulo tem um dos melhores elencos dos últimos tempos e sempre ajudou eu e minha família, não tem o por que de sair." De volta - O meia Júlio Baptista, que não começa uma partida como titular desde o dia 22 de abril, na derrota do São Paulo para a Portuguesa, por 1 a 0, após seguidas contusões nos dois tornozelos, está liberado e pode voltar a jogar. Coincidência ou fatalidade, pode ganhar a posição justamente beneficiado pela contusão do companheiro Carlos Miguel, que recebeu uma pancada forte no tornozelo, na partida contra o Talleres, na Argentina e hoje não treinou. No futebol acontece muito disso. Mas meu pensamento é em poder contribuir com a equipe", declarou. Porém, o técnico Nelsinho Baptista não confirma a volta do meia na estréia do time no Campeonato Brasileiro, nesta quarta-feira, em Ribeirão Preto, contra o Botafogo. "Vou esperar a palavra definitiva do Departamento Médico sobre o Carlos Miguel", alegou. "Se não puder jogar, posso usar, além do Júlio, o Kaká ou o Douglas", despistou.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.