Lefteris Pitarakis/AP
Lefteris Pitarakis/AP

Belga Hazard marca aos 46 minutos e classifica Chelsea na Liga Europa

Time inglês, vice-campeão mundial, empatou com o Sparta Praga por 1 a 1 e evitou vexame

AE, Agência Estado

21 de fevereiro de 2013 | 19h09

LIVERPOOL - Vice-campeão mundial, o Chelsea por pouco não deu mais um vexame nesta quinta-feira, pela Liga Europa. Só não precisou ir para a prorrogação em casa contra o Sparta Praga porque, aos 46 minutos do segundo tempo, o belga Hazard fez um golaço. Recebeu na meia esquerda, deu um drible desconcertante que tirou dois adversários de uma vez só e bateu forte, no ângulo.

Era o gol que definia o empate em 1 a 1 e classificava o Chelsea às oitavas de final, uma vez que, na República Checa, o time inglês havia vencido por 1 a 0. Nesta quinta, o Sparta surpreendeu e ficou na frente do placar desde os 16 minutos, quando Lafata marcou. Nos minutos finais, em contra-ataques, o time visitante quase matou o jogo.

A mesma sorte não teve o Liverpool. Um gol de Hulk, ainda no primeiro tempo, eliminou o poderoso time inglês da Liga Europa. O Liverpool até conseguiu vencer de virada, por 3 a 1, mas como o Zenit marcou um gol fora de casa, ficou com a vaga nas oitavas de final da competição.

Nesta quinta, Hulk abriu o placar aos 19 minutos, aproveitando uma falha feia de Carragher. O brasileiro roubou a bola, saiu na cara de Reina e tocou rasteiro. O gol dele obrigava o Liverpool a fazer quatro em Anfield Road. Só conseguiu três: dois de Suárez e um de Allen.

Outro brasileiro a balançar as redes foi Cristian. O ex-corintiano cobrou pênalti nos acréscimos do primeiro tempo e faz o único gol do confronto entre Fenerbahce e o bielo-russo BATE Borisov. Com a vitória, o time turco avançou.

Antigo reduto de brasileiros, o Dínamo de Kiev não escalou nenhum nesta quinta (Danilo Silva ficou no banco) e acabou eliminado pelo Bordeaux depois de uma derrota por 1 a 0, gol de Diabaté.

Em Lisboa, um grande jogo entre Benfica e Bayer Leverkusen após vitória portuguesa por 1 a 0 na Alemanha. O holandês John abriu o placar aos 15 do segundo tempo, o Bayer empatou com Schürrle, mas logo no minuto seguinte o brasileiro Lima cruzou e Matic fez 2 a 1 para classificar o Benfica.

Outro alemão que deixa a competição é o Hannover, que foi eliminado mesmo depois de vencer o Anzhi por 1 a 0 nesta quinta. No agregado, 3 a 2 para o time russo, de João Carlos, Ewerton, Jucilei e Willian.

Na República Checa, o Napoli precisava vencer por pelo menos três gols de diferença para avançar, depois de levar de 3 a 0 na Itália. Diante da missão quase impossível, poupou titulares como Cavani. Como resultado, perdeu mais uma vez do Viktoria Plzen, desta vez por 2 a 0.

País que teve dois finalistas na edição passada da Liga Europa, a Espanha só tem um time vivo nesta temporada. É o Levante, que venceu o Olympiakos por 1 a 0, fora de casa, e avançou com agregado de 3 a 0. Martins fez o único gol do jogo.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.