Anatoly Maltsev/EFE
Anatoly Maltsev/EFE

Bélgica goleia Rússia e garante liderança de seu grupo nas Eliminatórias da Eurocopa

Já classificada para a competição continental, equipe belga vence fora de casa com show de Eden Hazard

Redação, Estadão Conteúdo

16 de novembro de 2019 | 17h10

Garantida de forma antecipada na fase final da Eurocopa, que será disputada em junho do ano que vem em diversos países, a seleção da Bélgica conseguiu neste sábado, faltando uma rodada para o fim das Eliminatórias, assegurar a primeira colocação do Grupo I. A posição veio com uma goleada fora de casa por 4 a 1 sobre a Rússia, em São Petersburgo.

Os destaques do triunfo que manteve a Bélgica com 100% de aproveitamento após nove rodadas (27 pontos) foram os irmãos Hazard. Eden, do Real Madrid, foi o autor de dois gols e uma assistência, enquanto Thorgan, do Borussia Dortmund, balançou a rede uma vez. O centroavante Romelu Lukaku completou a goleada e Dzhikiya descontou para os russos, também classificados para a Eurocopa com a segunda colocação da chave (21 pontos).

Para vencer mais uma partida nas Eliminatórias, a Bélgica usou muito bem os contra-ataques. Dessa maneira, ainda antes do intervalo, conseguiu dois gols. No primeiro, aos 20 minutos, Eden Hazard puxou a marcação e soltou para Thorgan pela ponta esquerda. Ele puxou para a perna direita e bateu forte, entre a trave e o goleiro. Aos 40, no terceiro tento belga, Kevin De Bruyne entrou livre na área e tocou para Eden, com a meta vazia, apenas rolar para a rede.

Antes, aos 33 minutos, o meia do Real Madrid havia feito o segundo da Bélgica. Após cruzamento para área, Lukaku ajeitou para trás de cabeça e Eden Hazard acertou belo chute. Para evitar que apenas a família marcasse gols, o centroavante da Inter de Milão fez o seu aos 27 da segunda etapa com um forte chute de perna esquerda. Pouco depois, aos 34, a Rússia marcou com Dzhikiya.

Nos outros jogos do grupo, uma briga ferrenha pela terceira colocação, que pode dar vaga na repescagem. A Escócia se deu bem neste sábado ao derrotar fora de casa o Chipre por 2 a 1, em Nicósia, assumindo o posto com 12 pontos, deixando o rival com dez. O Casaquistão também chegou aos dez ao bater San Marino por 3 a 1.

Na décima e última rodada, na terça-feira, Escócia e Casaquistão farão um confronto direto em Glasgow. O Chipre terá de enfrentar a Bélgica em Bruxelas, enquanto a Rússia encerrará a sua participação nas Eliminatórias contra o lanterna San Marino, como visitante.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.