Belluzzo: 'Salário de Luxemburgo é realidade do mercado'

Candidato da situação à presidência do Palmeiras afirma que nenhum clube grande paulista paga menos

Redação,

19 de janeiro de 2009 | 10h07

O candidato da situação à presidência do Palmeiras, Luiz Gonzaga Belluzzo, deu a entender que gosta do trabalho do técnico Vanderlei Luxemburgo na equipe. Em entrevista concedida ao Estado, ele afirmou que o salário do treinador está de acordo com a realidade do futebol nacional.Veja também:Roberto Frizzo diz que não gosta do estilo de LuxemburgoKeirrison chega, mas só deve estrear no domingoPalmeiras perde para o União São João em jogo-treinoEspecial: as armas dos times para o Paulistão 2009 Paulistão 2009 - TabelaConfira as novidades do mercado do futebol Dê seu palpite no Bolão Vip do Limão"É um valor alto, mas posso assegurar que nenhum time grande paulista paga menos. É uma realidade de mercado", declarou, mostrando não estar de acordo com o adversário Roberto Frizzo, que prefere o estilo do técnico do São Paulo, Muricy Ramalho.Na entrevista, ele explicou também o atraso nas obras da Arena Palestra Itália. "Atrasou muito por várias razões. Teve a questão do uso da superfície, havia discrepância e isso atrasou. Mas o contrato é irrevogável e as edificações começam até o início de fevereiro", assinalou.Belluzzo ainda disse que tem uma boa relação com as torcidas organizadas do Palmeiras. "Mas não manipulo torcida e não deixo me manipularem. Se quiserem conversar, será olho no olho", ressalvou.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.