Cesar Greco/Agência Palmeiras
Cesar Greco/Agência Palmeiras

Bem-humorado, Edu Dracena chama time reserva do Palmeiras de 'turma do apoio'

'Queremos disputar a Copa do Brasil e tentar ganhar também', diz zagueiro

Estadão Conteúdo

18 Outubro 2016 | 22h05

O zagueiro Edu Dracena encara com o bom humor a reserva no Palmeiras. No jogo desta quarta-feira contra o Grêmio, pelas quartas de final da Copa do Brasil, ele deverá ser escalado. "Brinco que é a turma do apoio, que estamos ali para sempre auxiliar. Eu chamaria de turma do apoio", afirmou o zagueiro, rindo, em entrevista coletiva nesta terça-feira.

Seis titulares não foram relacionados para a partida decisiva: os zagueiros Vitor Hugo e Yerry Mina, os volantes Tchê Tchê e Moisés e os atacantes Dudu e Róger Guedes. Por outro lado, Gabriel Jesus, que está suspenso do jogo contra o Sport, pelo Campeonato Brasileiro, deverá atuar nesta quarta-feira.

Edu Dracena destaca a força do elenco e afirma que o Palmeiras vai continuar tentando os dois títulos. "Para algumas pessoas, o Palmeiras pode estar pensando só no Brasileiro. Mas nós, jogadores, queremos disputar a Copa do Brasil e tentar ganhar também. Não gosto de priorizar porque você acabar ficando sem nenhuma. Enquanto puder, vamos tentar ir até o final nas duas", afirmou.

O Palmeiras precisa vencer o Grêmio por 1 a 0 (ou por dois gols de diferença, caso também seja vazado) nesta quarta-feira, em casa, para avançar à semifinal. Se devolver o placar do jogo de ida (2 a 1 para o Grêmio), a vaga será decidida nos pênaltis. "É final de campeonato. Estamos encarando dessa forma. Primeiro, porque estaremos vestindo a camisa do Palmeiras. Segundo que estaremos representando milhões de torcedores. E, em terceiro, queremos marcar nosso nome. Não adianta passar pelo clube por passar, tem que ganhar títulos".

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.