Benaglio elogia Messi, mas acredita na vitória da Suíça

O goleiro suíço Diego Benaglio rasgou elogios ao craque argentino Lionel Messi. No entanto, ele acrescentou que acredita que a Suíça pode surpreender no confronto entre as duas seleções pelas oitavas de final da Copa do Mundo, na próxima terça-feira, em São Paulo.

AE, Agência Estado

27 de junho de 2014 | 19h06

"Acho que podemos ter uma surpresa, pois no futebol tudo é possível, ainda que Messi seja capaz de decidir o resultado de uma partida em apenas uma jogada", afirmou o goleiro de 30 anos, titular da seleção suíça. "É inútil assistir a um vídeo dele mil vezes e prever o que ele fará em campo. Com uma ação, ele pode fazer algo que ninguém está imaginando."

Para Benaglio, a vitória poderá ser alcançada se todos os jogadores suíços "acordarem em um bom dia". E ele quer aproveitar todos os pontos favoráveis que possam haver, inclusive a rivalidade histórica entre Brasil e Argentina.

"Espero que a torcida esteja do nosso lado. A rivalidade entre Brasil e Argentina é muito grande. Ainda que muitos argentinos estejam no estádio torcendo, sonho que a maioria nos dê seu apoio. Isso pode ajudar", analisou o goleiro.

Segunda colocada do Grupo E, a Suíça se classificou apenas na última partida da chave, contra Honduras. Na ocasião, o destaque foi o meia Xherdan Shaqiri, do Bayern de Munique, que marcou todos os gols na vitória por 3 a 0. Ganhar bem foi importante para a classificação e também para a moral do time, que havia sido goleado pela França por 5 a 2 na partida anterior.

"Após perder para a França, a decepção foi enorme. O fracasso foi individual e coletivo", lembrou Benaglio. "Sabíamos que a partida contra Honduras ia dar a oportunidade de a gente se redimir. A equipe se fortaleceu, mas não foi fácil."

Tudo o que sabemos sobre:
Copa 2014futebolSuíça

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.