Divulgação/ Benfica
Divulgação/ Benfica

Benfica aceita deixar Pedrinho no Corinthians até o início da temporada 2020/2021

Diretor do clube português afirma que não há pressa em contar com o jogador brasileiro

Redação, Estadão Conteúdo

11 de abril de 2020 | 22h16

A pandemia do coronavírus poderá proporcionar ao Corinthians ficar mais alguns meses com o meia Pedrinho, negociado com o Benfica e que deveria se apresentar em maio. Em entrevista ao site do clube português, neste sábado, o diretor de futebol Tiago Pinto afirmou que não haverá pressa para receber o jogador em Lisboa.

"Acreditamos muito no Pedrinho, queremos muito que esteja conosco, mas na temporada 2020/2021. A temporada 2019/2020 será concluída com os atletas que já fazem parte do plantel e que nos ajudarão a conquistar dois títulos", afirmou o dirigente. "Se as temporadas colidirem, temos de dar benefício ao clube anterior. Além das questões legais, há uma questão ética."

O futuro de Pedrinho vai depender da evolução da covid-19. Será preciso uma análise dos calendários do futebol português e brasileiro para saber quais competições cada time vai disputar após a paralisação.

O Corinthians negociou Pedrinho com o Benfica por 20 milhões de euros (R$ 93 milhões na época do negócio). Com 70% dos direitos federativos do jogador, o time do Parque São Jorge ainda não recebeu nenhuma parcela referente à venda.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.