Benfica e Porto dividem atenções na temporada do Campeonato Português

Duas melhores equipes do país estreiam domingo na competição nacional

MATEUS SILVA ALVES, O Estado de S. Paulo

16 de agosto de 2013 | 07h30

SÃO PAULO - A temporada 2013/2014 do Campeonato Português vai começar nesta sexta-feira em Paços de Ferreira, onde a equipe da cidade vai enfrentar o Braga. Mas é claro que as atenções estarão voltadas para os favoritos de sempre, Benfica e Porto. Os dois melhores times do país, que estrearão na competição no domingo, vão monopolizar mais uma vez a disputa pelo título, a não ser em caso de uma grande surpresa.

A partida desta sexta-feira vai reunir duas equipes que fizeram bonito na temporada passada. O Paços de Ferreira foi o terceiro colocado e, por isso, conquistou um lugar na fase classificatória da Copa dos Campeões, em que vai enfrentar o Zenit, da Rússia. E o Braga quase chegou lá, pois foi o quarto, apenas dois pontos atrás de seu adversário desta sexta-feira. As duas equipes sonham em brigar de novo para ir à principal competição europeia, mas disputar o título parece algo muito acima de suas capacidades. Isso é coisa para Porto, que na primeira rodada enfrentará o Vitória de Setúbal, e Benfica, que fará a sua estreia contra o Marítimo.

Atual tricampeão, o Porto terá de lidar com a perda dos meias João Moutinho e James Rodríguez, que foram para o Monaco. Enquanto Moutinho era o organizador do meio de campo, Rodríguez era o jogador mais criativo da equipe, aquele que podia decidir uma partida em uma jogada. Mas o Porto foi rápido e tratou de encontrar um outro colombiano para substituir Rodríguez: o jovem Juan Quintero, que estava no Pescara, da Itália. Melhor jogador do último Campeonato Sul-Americano Sub-20, Quintero é um canhoto técnico, habilidoso e dono de ótima visão de jogo. Se conseguir se adaptar à equipe, Quintero vai se tornar rapidamente um dos melhores jogadores do futebol português.

O Porto também aposta muito em dois mexicanos que acabaram de chegar, o zagueiro Reyes e o volante Herrera. São dois jogadores com potencial para fazer sucesso na Europa.

O Benfica, ao contrário do rival, não perdeu nenhum de seus melhores jogadores, mas isso pode mudar até o fechamento da janela europeia de transferências. O zagueiro Garay e o meia Gaitán, ambos argentinos, são jogadores cobiçados por grandes clubes da Europa, mas difícil mesmo será segurar o volante sérvio Matic, eleito o melhor jogador do campeonato passado. O meia argentino Salvio, ex-Atlético de Madrid, é o principal reforço da equipe para a temporada.

Já o Sporting, que também estreará no domingo, contra o Arouca, dificilmente deixará de cumprir papel de coadjuvante, já que não tem dinheiro para montar um grande time.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.