Clayton de Souza/Estadão
Clayton de Souza/Estadão

Benfica pede o dobro da oferta do Palmeiras por Kardec, diz jornal

Publicação portuguesa diz que clube europeu não se interessou pelo que foi oferecido pelo atacante

O Estado de S. Paulo

30 de março de 2013 | 18h46

SÃO PAULO - O atacante Alan Kardec gostou de saber do interesse do Palmeiras em sua contratação, mas vai ter de convencer o Benfica a aceitar a proposta alviverde. De acordo com o jornal português Record, o clube europeu não se interessou pelo o que foi oferecido pelos paulistas e pede mais.

A proposta do Palmeiras, segundo a publicação, foi de 2 milhões de euros (pouco mais de R$ 5 milhões). A diretoria do Benfica, no entanto, não quer negociar o jogador por menos de 4 milhões de euros, quantia que a cúpula alviverde considera exagerada.

O presidente Paulo Nobre esteve em Portugal durante a semana e andou visitando o Benfica, onde aproveitou para saber da situação de Alan Kardec, que não está tendo chances no time e gostaria de ter uma nova oportunidade no futebol brasileiro - até junho de 2012 ele estava no Santos.

"Alan Kardec é um grande jogador, não interessa só ao Palmeiras, mas a todos os clubes do Brasil", disse o Paulo Nobre, pouco antes do jogo contra o Linense. "Luís Filipe [presidente do Benfica] só disse que não seria possível emprestar o jogador, só vender mesmo, porque metade dos direitos pertence a um grupo de investidores. E o Palmeiras não tem condições financeiras de fazer essa operação nesse momento."

Com a alta pedida pelo Benfica, o Palmeiras dificilmente conseguirá trazer o atacante, a não ser que os portugueses aceitem negociar Alan Kardec por empréstimo ou abaixem o valor.

Atualização 19:41

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.