Benin: Goleiro morre após espancamento

O goleiro Samiou Yessoufou da seleção de futebol sub-20 de Benin morreu, nesta segunda-feira, por conseqüência dos ferimentos que sofreu no domingo. O jogador, de 18 anos, foi espancado por torcedores revoltados com a derrota da seleção para a Nigéria, no sábado, pelo Campeonato Juvenil Africano. O linchamento aconteceu em clube noturno de Cotonou, umas das principais cidades de Benin, onde está sendo realizado o torneio continental."Recebemos a informação da morte do jogador na manhã de segunda", disse Suleiman Habuba, diretor de comunicação da Confederação Africana de Futebol (CAF). Segundo ele, Yessoufou foi abordado por vários torcedores não identificados, que atacaram o jogador com socos e pontapés. O goleiro sofreu várias lesões no tronco e na cabeça."Estou muito triste pela morte deste jovem que levava a esperança para o futebol do seu país", afirmou Issa Hayatou, presidente da CAF. O presidente da Fifa, Joseph Blatter, também lamentou o fato.Yessoufou era jogador do Buffles, de Borgou, da Primeira Divisão. Ele era conhecido por Campos, em homenagem ao goleiro mexicano Jorge Campos, que abandonou os gramados no fim do ano passado.O 14.º Campeonato Africano Sub-20 teve início no sábado e vai classificar as quatro primeiras seleções para o Campeonato Mundial da categoria, que está previsto para ser disputado entre os dias 10 de junho e 2 de julho, na Holanda.A equipe de Benin volta a campo nesta terça-feira para enfrentar a Costa do Marfim, pela segunda rodada do grupo.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.