Rubens Chiri/São Paulo
Rubens Chiri/São Paulo

Benítez revela dica de Rogério Ceni após golaço de falta no empate do São Paulo

Com 38 pontos, equipe tricolor ocupa a 14º colocação, cinco a mais que o Juventude, primeiro time dentro do Z-4

Redação, Estadão Conteúdo

11 de novembro de 2021 | 00h12

Benítez marcou um golaço de falta nesta quarta-feira, nos acréscimos do segundo tempo contra o Fortaleza, e conseguiu um ponto para o São Paulo ao transformar uma derrota por 1 a 0 em um empate por 1 a 1 na Arena Castelão. Após o jogo, o meia dividiu os méritos da cobrança certeira com o técnico Rogério Ceni, que é especialista no assunto e contribuiu com dicas valiosas durante os treinamentos.

O argentino seguiu o conselho do treinador são-paulino e conseguiu chutar a bola com muito efeito para fazer ela morrer no ângulo do goleiro Marcelo Boeck, aos 47 minutos da etapa final. "Treino forte bater falta sempre durante os treinamentos. Ele (Ceni) me deu uma recomendação de colocar o bico para baixo para a bola baixar mais rápido", revelou o meio-campista. 

Apesar de satisfeito com o gol e ciente de que o empate foi um bom resultado diante das circunstâncias, jogando contra um dos integrantes do G-4 do Brasileirão, Benítez avalia que ainda há muito a melhorar nesta reta final de temporada.  "Um time grande como o São Paulo sempre quer os três pontos, mas levamos um ponto e podemos melhorar nas rodadas seguintes", comentou.

O empate desta quarta encerrou a estadia do São Paulo na região nordeste sem nenhuma vitória. Antes de enfrentar o Fortaleza na capital cearense, o time comandado por Rogério Ceni foi derrotado por 1 a 0 pelo Bahia, em Salvador. Agora com 38 pontos, ocupa a 14º colocação, cinco a mais que o Juventude, primeiro time dentro da zona de rebaixamento.

Na próxima rodada do Brasileirão, a 32ª, a equipe são-paulina volta a jogar em casa, no Morumbi, onde recebe o Flamengo no domingo, em jogo com início marcado para as 16 horas.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.