JJ Guillen/EFE
JJ Guillen/EFE

Benzema aconselhou Valbuena a ceder por 'orgulho', diz jornal

Jogadores estão envolvidos em polêmica por vídeo erótico

EFE

11 de novembro de 2015 | 14h21

O atacante Karim Benzema tentou convencer o companheiro de seleção francesa Mathieu Valbuena a ceder as chantagens pelo um vídeo com conteúdo erótico em que aparece, por "orgulho", aponta nesta quarta-feira o jornal esportivo L'Équipe.

O veículo publica, quase na íntegra a conversa entre o atleta do Real Madrid e o amigo Karim Zetami, também acusado de envolvimento no caso, feita por telefone, que a emissora de rádio Europe 1 havia antecipado alguns trechos na terça-feira.

O diálogo foi registrado como parte da investigação e deixaria claro que Benzema conhecia detalhes da chantagem, por indicar que o jogador do Lyon deveria negociar. "Disse a ele: se é pelo escândalo, se é só pelo escândalo, fale com sua família e dará no mesmo. Deixe que seja divulgado", afirmou o atacante ao amigo.

Em seguida, o camisa 9 relatou ter mudado de tom, assegurando não se tratar de uma questão de "barulho" na imprensa", mas sim de "orgulho". Benzema diz ter questionado Valbuena se não se importava que o pai ou a mãe o vissem com a mulher, garantindo ainda que no vídeo era possível identificá-lo facilmente.

O atacante ainda teria garantido ao companheiro que o pagamento garantiria que as imagens não se tornariam públicas, citando o caso do também francês Djibril Cissé, que chegou a ser detido no início das investigações sobre o caso.

"Eu disse: O que ele (Cissé) fez? Ele respondeu: Pagou. Então, falei: E o vídeo, vazou ou não? Me respondeu que não", explicou Benzema ao amigo, segundo a transcrição que está na edição de hoje do L'Équipe.

De acordo com o atacante, ele garantiu a Valbuena que não haveria mais de uma cópia do filme e ainda afirmou que não sabe como as imagens foram feitas, completando que seu papel na história é só alertar e aconselhar o companheiro.

Benzema ainda teria pedido que o jogador do Lyon não envolvesse ninguém na história: "Nada de intermediários, de advogado, de amigo, de empresário, de polícia".

Na terça-feira, a defesa do camisa 9 do Real Madrid anunciou que entraria na justiça por causa da violação do segredo do processo, com a veiculação de detalhes do diálogo entre Benzema e o amigo.

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.