Javier Soriano/ AFP
Javier Soriano/ AFP

Benzema salva Real Madrid de derrota no clássico com Atlético e acirra briga no Espanhol

Time de Diego Simeone tem três pontos de vantagem na liderança e um jogo a menos que os rivais

Redação, Estadão Conteúdo

07 de março de 2021 | 14h56

Um gol de Benzema, nos minutos finais, e a briga pelo título do Campeonato Espanhol está aberta. O Real Madrid buscou o 1 a 1 no clássico com o Atlético de Madrid, que marcou com Luis Suárez, e a "gordura do líder" está secando. O Barcelona encostou de vez e até os merengues seguem sonhando.

Classificado como uma final antecipada em Madri, o jogo serviria como mata-mata para o Atlético de Diego Simeone em caso de vitória. E embolaria toda a briga com triunfo dos comandados de Zidane. O empate acabou beneficiando o Barcelona, agora três pontos atrás e com o confronto direto, daqui nove rodadas, marcado para o Camp Nou.

Depois de ver o Barcelona encostar com triunfo no sábado, a equipe colchonera sabia que não podia tropeçar no clássico. Mesmo um empate seria ruim por causa do confronto direto em solo catalão.

Desta maneira, saiu logo para o ataque. E não demorou a festejar a vantagem no marcador. Llorente serviu o Luis Suárez, que não teve trabalho para anotar seu 17° gol em 22 partidas disputadas no Espanhol. No lance, ele bateu bonito, com o lado de fora do pé, na saída de Courtois.

O Atlético voltava abrir confortáveis cinco pontos sobre o Barcelona e deixava o Real distante do sonho da manutenção do título, com oito pontos para trás. Sair em desvantagem diante dos times de Simeone é sempre ruim pelo poderio defensivo.

E, mais uma vez, a estratégia de abrir o placar, se fechar na marcação e tentar armar contra-ataques para definir o duelo parecia a arma perfeita dos anfitriões. Mas, neste domingo, no Wanda Metropolitano, o fim acabou não sendo de festa como em outras jornadas, muito graças à postura excessivamente defensiva.

Quando restavam dois minutos para o fim do tempo regulamentar, Benzema tabelou com o brasileiro Casemiro. O atacante francês concluiu a bela jogada batendo colocado e definindo o 1 a 1 de ressurgimento para o Real e de alerta ao Atlético.

A tabela agora está embolada, com três candidatos ao título. O Atlético de Madrid lidera com 59, o Barcelona aparece com 56, e o Real subiu para 54. Vale lembrar que o líder tem um jogo a menos que os concorrentes e pode voltar a abrir folga no topo.

Em outro jogo já encerrado neste domingo do Campeonato Espanhol, o Celta de Vigo, treinado pelo argentino Eduardo Coudet, ex-técnico do Internacional, derrotou o lanterna Huesca por 4 a 3, em duelo movimentado, e subiu para o oitavo posto, com 33 pontos. As equipes bascas também venceram na rodada. A Real Sociedad derrotou o Levante (11.º), em casa, por 1 a 0, e se firmou na 5.ª posição do campeonato, que garante vaga na Liga Europa. Já o Athletic Bilbao recebeu o Granada, fez 2 a 1 e alcançou o 8.º lugar. 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.