Odd Andersen / AFP
Odd Andersen / AFP

Berg admite 'depressão' por revés da Suécia para a Alemanha, mas confia em vaga

'Vai ser difícil nos impedir de avançar para a próxima fase", afirma o atacante

Estadão Conteúdo

25 Junho 2018 | 08h42

O atacante Marcus Berg admitiu que o clima no vestiário da Suécia não era dos melhores após o gol sofrido aos 49 minutos do segundo tempo contra a Alemanha, que decretou a derrota por 2 a 1, no sábado, em Sochi. O sueco, porém, valorizou o fato de a seleção depender apenas de si para se classificar às oitavas de final.

+ Técnico da Suécia reclama de alemães: 'Vieram comemorar na nossa cara'

+ Meia da Suécia reage a críticas nas redes sociais: 'Dane-se o racismo'

+ Uma camisa, duas torcidas: Brasil e o adversário de Argentina e Alemanha

"Logo depois da partida, estávamos com um sentimento depressivo, a gente se sentia mal. Mas se sentia mal para levantarmos a cabeça de novo", relatou Berg em entrevista à Fifa publicada nesta segunda-feira. O jogo decisivo para a Suécia no Grupo F será contra o México, às 11 horas (de Brasília) desta quarta-feira, em Ecaterimburgo.

"Temos a vaga em nossas mãos e é algo que nos deixa muito felizes. Vamos fazer tudo possível contra o México. Nosso time tem um espírito incrível. Vai ser muito difícil nos impedir de avançar para a próxima fase", disse o atacante, que por enquanto ainda não fez gol no Mundial.

A seleção da Suécia estreou com vitória por 1 a 0 contra a Coreia do Sul, na última segunda-feira, em Nijni Novgorod. Desta forma, a equipe tem três pontos ganhos na tabela de classificação do Grupo F, o mesmo número da Alemanha e três a menos do que o México.

 

Para se classificar sem depender de nenhum outro resultado, a Suécia precisa vencer o México por dois gols de diferença. Caso o triunfo seja por margem de um gol, e a Alemanha derrote a Coreia do Sul, a vaga vai ser definida no critério disciplinar e, em último caso, sorteio, que pode envolver alemães, suecos e mexicanos.

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.