Berlusconi diz que Milan não descarta possibilidade de ter Kaká

O presidente do Milan, o ex-primeiro-ministro italiano Silvio Berlusconi, não descarta a possibilidade de trazer de volta para o clube o jogador brasileiro Kaká, atualmente no Real Madrid.

Reuters

31 de julho de 2012 | 19h30

Berlusconi está sob pressão da torcida, depois de ter vendido dois jogadores de destaque no time.

"Kaká permanece em nossos corações por ser o jogador e o homem que é", disse Berlusconi, segundo o website do Milan nesta terça-feira (www.acmilan.it).

"Não afasto uma hipótese desse tipo, mas depende da situação", disse o ex-premiê.

A venda do goleador Zlatan Ibrahimovic e do zagueiro Thiago Silva ao Paris St Germain irritou a torcida do Milan, mas Berlusconi disse que o clube tem de equilibrar o orçamento e não fará nenhuma aquisição extravagante nos próximos anos.

Kaká, atualmente em um giro de pré-temporada do Real Madrid nos Estados Unidos, ficou de fora da equipe várias vezes por lesões.

O técnico do Real, José Mourinho, disse na sexta-feira que o futuro de Kaká ainda é incerto, mas que ficaria encantado se ele permanecesse na equipe.

(Reportagem de Iain Rogers)

Tudo o que sabemos sobre:
FUTKAKABERLUSCONI*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.