Berlusconi recebe camisa autografada por Ronaldinho

Presidente do Milan confirma que está perto de acertar a transferência do jogador brasileiro

Ansa

15 de abril de 2008 | 15h18

"Até o momento chegou apenas o irmão que ontem [segunda-feira] me trouxe uma camisa do Ronaldinho com uma dedicatória", disse o presidente do Milan, Silvio Berlusconi, após ser questionado se o craque brasileiro irá ou não para o clube italiano.No Milan "estão entusiasmados com a chegada de Ronaldinho, de braços abertos, mas não se pode dizer que o contrato está fechado", disse, por sua vez, Roberto de Assis, irmão e empresário do atacante brasileiro, confirmando em uma entrevista ao Canal Plus que as negociações para transferência de Ronaldinho para o clube milanês, ao final da temporada, estão em fase avançada."Até o momento temos um contrato com o Barcelona e não se pode garantir a transferência", acrescentou Assis.De qualquer forma, dentre as várias propostas recebidas por Ronaldinho, inclusive a feita pela Inter, que entrou na batalha para não deixar o atacante ir para o grande clube rival, é "o Milan que está em vantagem nas negociações", assegurou o empresário do craque.Assis comentou também a má fase vivida pelo irmão no Barcelona: "Não é uma temporada ruim apenas para Ronaldinho, mas para toda a equipe".A negociação, como informou hoje o jornal espanhol "Sport", foi tema da reunião semanal da comissão delegada da junta diretiva do Barcelona, segunda no Camp Nou.A transferência para o Milan é considerada a melhor opção. No entanto, o assunto será discutido na semana que vem, em uma nova reunião entre as partes, à procura de uma possível acordo.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.