Bernard deixa treino sentindo dores no tornozelo direito

Atacante leva a pior em uma dividida com o volante Paulinho, que prosseguiu normalmente na atividade.

Almir Leite - Enviado especial, O Estado de S. Paulo

31 de maio de 2014 | 12h42

TERESÓPOLIS - O atacante Bernard levou uma pancada no tornozelo direito na manhã deste sábado, durante coletivo da seleção brasileira realizado na Granja Comary, deixou o treinamento antes do final, mas a princípio  não preocupa. De acordo com a assessoria de imprensa da CBF, o médico José Luiz Runco, após examinar o atacante, informou que a pancada foi leve. Bernard deve treinar normalmente na manhã deste domingo.

Franzino - 1,63m e 63 quilos, Bernard passsou a semana sofrendo nos treinos da seleção brasileira. Levou a pior na maioria das jogadas divididas em coletivos e mesmo treinamentos táticos e neste sábado acusou os golpes.O jogador do Shakhtar Donetsk se machucou após uma dividida com Paulinho, na primeira etapa do coletivo. Ele puxava um contra-ataque da equipe reserva, quando o ex-corintiano chegou para a cobertura. Na dividida, os dois foram para o chão. Atendido, o atacante ainda prosseguiu no treino, mas com expressão de dor.

Depois, já no início do segundo tempo, após puxar um contra-ataque, deixou o gramado sinalizando estar sentindo, sentou-se no banco de reservas e foi atendido por médico e massagista.Alguns minutos depois, já descalço, levantou-se e se dirigiu, mancando, para o prédio onde ficam os vestiários, academia e salas de recuperação.

Paulinho, que continuou no treino normalmente, comentou o lance, em entrevista coletiva. "Os treinos são fortes. Teve contato sim, mas está tudo sob controle. Eu dei uma torcidinha no tornozelo, mas estou bem."

Os treinos realmente têm sido intensos, disputados, e na manhã de sábado era visível a preocupação de Bernard - que nos treinos da semana, foi ao chão várias vezes, inclusive após jogadas um pouco mais duras em atividades de dois toques - em não se arriscar em divididas. 

Neste sábado, escapou, pulando, de divididas com David Luiz e Daniel Alves. Mas não conseguiu evitar ser atingido por Paulinho.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.