Paulo Novais / EFE
Paulo Novais / EFE

Bernardo Silva minimiza crise na Espanha: 'Jogadores têm muita experiência'

Meiocampista afirma que Cristiano Ronaldo é exemplo para os atletas mais jovens da seleção portuguesa

Estadão Conteúdo

13 Junho 2018 | 06h34

A crise que se instalou na seleção da Espanha, após o anúncio de que o técnico Julen Lopetegui foi demitido da equipe, não deve afetar a disposição dos jogadores na estreia contra Portugal. Esta é a opinião do volante português Bernardo Silva, às vésperas do confronto ibérico na sexta-feira, no Mundial da Rússia.

+ Três tenores: Cristiano Ronaldo, Neymar e Messi comandam suas seleções na Copa

+ Meia português exalta Cristiano Ronaldo, mas admite favoritismo da Espanha

O anúncio da saída do treinador foi feito nesta quarta-feira. Na terça-feira, o Real Madrid anunciou que Lopetegui será o próximo treinador da equipe, o que surpreendeu a todos, já que o técnico havia acertado a renovação com a seleção espanhola até a Eurocopa de 2020 no mês passado. A decisão do treinador irritou Luis Rubiales, presidente da Real Federação Espanhola de Futebol (RFEF).

Nada disso, porém, deve abalar o time espanhol, na opinião de Bernardo Silva. "Os jogadores espanhóis têm muita experiência, são de elite e já estiveram em outras Copas e Eurocopas. Estão preparados para viver qualquer situação dentro da seleção", afirmou o volante do Manchester City, que não vê vantagem para Portugal em razão da crise do rival.

O jogador garantiu que a equipe portuguesa está concentrada somente em sua preparação para a estreia na Copa. "Nós temos de estar preocupados com o nosso trabalho para a seleção estar a 100%. Os jogadores estão todos motivados. Queremos fazer um grande campeonato mundial. Estamos todos prontos para ajudar a seleção", declarou.

 

Um dos destaques da campanha vitoriosa do Manchester no Campeonato Inglês, Bernardo admitiu que Cristiano Ronaldo é o grande líder da equipe. Segundo o volante, o companheiro de 33 anos é um "exemplo" para todo o time. "Cristiano Ronaldo é o nosso capitão. É um exemplo para nós e dá conselho aos mais jovens, compartilha a sua experiência", afirmou.

O duelo com a Espanha está marcado para as 15 horas (horário de Brasília) de sexta-feira, no Fisht Stadium, na cidade de Sochi. Pelo mesmo Grupo B, o time português enfrentará na sequência as seleções de Marrocos e Irã.

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.