Sedat Suna/EFE
Sedat Suna/EFE

Besiktas será julgado pela Uefa após gato invadir campo na Liga dos Campeões

Animal entrou no gramado na partida diante do Bayern de Munique, na derrota por 5 a 1 para o time alemão

Estadão Conteúdo

15 de março de 2018 | 15h38

Um gato pode levar o Besiktas a ser punido pela Uefa. Nesta quinta-feira, o órgão gestor do futebol europeu anunciou que o time turco está sendo investigado por "organização insuficiente" no jogo da última quarta, contra o Bayern de Munique, em casa, pela Liga dos Campeões da Europa.

+ Bayern volta a vencer o Besiktas e carimba lugar nas quartas da Liga dos Campeões

+ Roma bate Shakhtar, leva a melhor em duelo 'brasileiro' e vai às quartas

+ Mais notícias da Liga dos Campeões

A partida foi paralisada por um período breve no segundo tempo quando um gato entrou no campo. O árbitro inglês Michael Oliver pegou a bola e aguardou a saída do gato, que pulou uma das placas de publicidade do estádio em Istambul.

O Besiktas também foi indiciado pelo comportamento dos seus torcedores, que jogaram objetos na direção do gramado durante a vitória do Bayern por 3 a 1. O caso será avaliado pela Comissão Disciplinar da Uefa em 31 de maio.

O Bayern tratou a "invasão" do campo com humor e inclui o felino em uma enquete em seu perfil no Twitter sobre qual teria sido o melhor jogador da partida na Turquia. E os torcedores entraram no clima de brincadeira e "elegeram" o gato, em detrimento a Thiago Alcantara, Thomas Müller e Sandro Wagner.

Com a vitória, o Bayern avançou às quartas de final da Liga dos Campeões com um placar agregado de 8 a 1. O seu adversário na próxima fase será conhecido através de sorteio nesta sexta-feira.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.