Betim vai recorrer da punição que o elimina da Série C

Clube é punido por dívida com o The Strongest da Bolívia

AE, Agência Estado

17 de outubro de 2013 | 19h21

SÃO PAULO - O Betim promete recorrer da punição imposta nesta quinta-feira pela Confederação Brasileira de Futebol (CBF), o que o fez perder seis pontos na disputa do Campeonato Brasileiro da Série C, devido a uma dívida com o The Strongest, da Bolívia. Com a pena, o clube mineiro foi eliminado e não irá mais para as quartas de final.  Com a decisão da CBF, o Mogi Mirim herdou a vaga do Betim e passou a ser o adversário do Santa Cruz nas quartas de final da Série C, em duelo previsto para começar na segunda-feira, às 19 horas, no Estádio Romildo Ferreira, em Mogi Mirim (SP).

Antes, o Betim já havia sido punido pela Fifa por conta de uma dívida com o Nacional da Ilha da Madeira, de Portugal, mas não teve os seis pontos retirados, pois conseguiu uma liminar na Justiça Comum que o protegia. O presidente do clube mineiro na época, Itair Machado, foi suspenso.  O presidente em exercício do clube mineiro, Jaider Moreira, ficou surpreso com o comunicado divulgado nesta quinta-feira pela CBF, mas afirmou que o departamento jurídico já deu entrada na documentação na Justiça Comum de Minas Gerais. "Fomos pegos de surpresa. A CBF não poderia fazer isso com o Betim. Todos os times devem, até mesmo o Santa Cruz, que está na fase final. A Série C tem que ser paralisada. O Betim conseguiu a vaga dentro de campo", reclamou o dirigente.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.